Diagrama Ishikawa: o que é e como fazer na sua empresa

O Diagrama Ishikawa é um método desenvolvido na década de 40 e de lá para cá já ajudou milhares de empresas no mundo todo a melhorar os seus sistemas de controle de qualidade. A simplicidade dessa ferramenta permite que todos saibam montar um diagrama do tipo, desde colaboradores até o empresário e seus sócios.

Por ser uma estratégia bastante funcional e efetiva, o Diagrama Ishikawa costuma ser aplicado nos mais diversos tipos de empresas, em suas diferentes áreas, durante a gestão de seus planos de ação.

Assim como a gestão de estoque, controle financeiro, gestão de PDV e gestão de fluxo de caixa, o controle de qualidade influencia muito, não só nos processos internos do negócio mas, também, na maneira com que seus clientes vão ver a sua empresa e seus serviços.

Por isso, várias estratégias foram desenvolvidas para fazer essa gestão e diversos planos de ação, como a análise SWOT, foram criados para ajudar na aplicação do planejamento estratégico, justamente para que a qualidade dos processos internos de uma empresa estejam sempre na sua melhor forma.

É claro que existe um tipo de estratégia para cada tipo de gestão. A gestão de estoques, por exemplo, é facilitada pela análise da curva ABC, a gestão de processos é feita pelo plano de ação 5w2h, assim, o diagrama Ishikawa é destinado ao controle de qualidade.

Mas, falaremos um pouco mais sobre o que é essa técnica no capítulo abaixo:

O que é diagrama Ishikawa

O diagrama Ishikawa é um sistema usado pelo setor administrativo de uma empresa para analisar graficamente o seu controle de qualidade, por meio de uma representação gráfica que aponta possíveis falhas nesse controle.

Essa estratégia ajuda os gestores a perceber e analisar as causas e os efeitos de determinados problemas dentro do negócio, permitindo que eles possam elaborar um projeto para a resolução dessa questão.

O diagrama Ishikawa também é conhecido por gráfico espinha de peixe, por sua representação gráfica se parecer com o espinhaço desse animal. Mas, a técnica é conhecida também por diagrama de causa e efeito ou, também, por diagrama 6M, como veremos adiante.

Essa técnica surgiu em 1943 pelo engenheiro químico Kaoru Ishikawa e foi sendo aperfeiçoada com o passar dos anos pelos empresários que usavam a ferramenta e pelos estudantes que pesquisavam sobre ela.

O diagrama Ishikawa distribui de maneira gráfica as informações sobre as causas de determinado problema, permitindo que o empresário categorize estas causas de maneira hierárquica, avaliando quais as melhores alternativas para a resolução deste problema.

Quais as vantagens do diagrama Ishikawa

Por se tratar de uma estratégia gráfica, a sua aplicação e entendimento é bastante facilitado uma vez que o ser humano consegue entender e memorizar 6 vezes mais uma informação quando ela é representada graficamente e não por escrito.

Além disso, o diagrama Ishikawa trabalha com diversos pontos de vistas, uma vez que ele analisa diversas origens para cada problema. Isso permite que toda a equipe participe da resolução do problema a partir de seu próprio conhecimento e experiência. Essa integração, além de ser vantajoso e importante para a sua gestão de pessoas, ainda traz todo o conhecimento de dentro da empresa para a resolução rápida e competente de uma questão.

Essa representação gráfica que falamos acima hierarquiza as causas do problema selecionado de acordo com parâmetros pré estabelecidos, e as ramificações secundárias da tal espinha de peixe definem as subcausas ou, causas menores que possam ter ajudado no surgimento do problema.

Essa categorização e hierarquização das causas ajudam o gestor na hora de analisar e propor soluções para cada uma destas áreas, ajustando os fatores problemáticos um por um até solucionar o problema principal por inteiro.

Você lembra que lá em cima dissemos que o diagrama Ishikawa também é conhecido por diagrama 6M? Agora você vai entender o porquê.

Diagrama 6M: o que é

Diagrama 6M nada mais é que um sinônimo para o método do diagrama Ishikawa. Esse nome surgiu do fato de as hierarquias em que esse sistema categoriza as causas dos problemas terem todos os seus nomes iniciados pela letra M. No seguinte esquema:

  • Método;
  • Matéria-prima;
  • Mão-de-obra;
  • Máquinas;
  • Medição ou Medida;
  • Meio ambiente.

Todas as causas do problema em questão se encaixarão dentro dessas categorias e, dessa forma simplificada, será bem mais fácil entender o que está ocorrendo e de que forma agir para solucionar o caso da melhor forma possível.

Espera. Sabemos que parece complicado assim à primeira vista. Mas no próximo capítulo a gente vai explicar melhor como fazer o diagrama Ishikawa e você vai ver que é, mesmo, bem simples.

Diagrama Ishikawa: como fazer

Para montar o diagrama Ishikawa você deve imaginar um peixe. Lembra que o esquema até tem o apelido de espinha de peixe? Pois, então. Imagine que a cabeça do peixe é o problema.

É na cabeça do peixe – que deve estar à direita – que você vai escrever o problema.

Agora que você já definiu o problema, chegou a hora de adicionar as causas em suas categorias, naquela esquema de 6M, lembra? Assim:

  • Método

Aqui nessa categoria você deve colocar todas as causas relacionadas ao método e às práticas que estão sendo utilizados para a realização do trabalho. Que falhas estão acontecendo ali que estão influenciando para a existência do problema que está lá na cabeça do peixe? A metodologia está sendo aplicada da maneira correta?

  • Matéria-prima

A matéria prima escolhida e comprada de seus fornecedores podem ter algum fator que seja parte da causa do problema? Ela é de boa qualidade? O problema não foi ocasionado por matéria-prima de má procedência?

  • Mão de obra

Seus colaboradores estão atuando de acordo com os métodos especificados pela empresa? Estão perdendo tempo ou deixando de executar suas atividades? Eles são cuidadosos e possuem experiência no que estão fazendo? Eles gostam do que estão fazendo? Eles recebem treinamento periódico da empresa?

  • Máquinas

Aqui você vai inserir as informações referentes ao maquinário ou à estrutura usada para produzir suas mercadorias. As máquinas estão funcionando perfeitamente? Elas recebem manutenção periódica? Uma das causas de seu problema não é causado por maquinário em mal funcionamento?

  • Medição ou medidas

Nesta categoria entram as causas que envolvem medidas, indicadores, calibração, etc… Os instrumentos que você utiliza para mensurar seus dados e resultados estão em boa condição? Seus aparelhos estão calibrados? Os indicadores que você está usando para fazer mensuração ainda são efetivos? Quais são as métricas que você está usando em seus processos? Elas funcionam?

  • Meio ambiente

Aqui você insere causas relacionadas ao ambiente de trabalho e onde estão sendo produzidas suas mercadorias. Como estão as condições desse espaço? É grande o suficiente? Tem goteiras? Seus sistema elétrico é efetivo? É bonito? Poluído? Tem poeira? Que parte ele tem no problema a ser solucionado?

O resultado do diagrama, depois de montado, deve ser parecido com o da imagem abaixo:

Diagrama Ishikawa

Legal, não é? Observe como fica mais fácil planejar soluções para essas causas agora que elas estão planificadas em uma forma gráfica e estão categorizadas.

É claro que você não precisa ficar preso a um só modelo de gráfico e, pode adaptar o método Ishikawa para diversos outros planos de ação, desde que eles se encaixem no seu plano de negócios, na sua gestão financeira e no seu planejamento orçamentário.

Veja abaixo mais uma das diversas representações gráficas que você pode criar:

Diagrama Ishikawa

Esse esquema categoriza por hierarquia: as causas mais importantes aparecem primeiro e nas principais ramificações. Diferente do primeiro exemplo que separa em áreas as causas do problema.

Enfim, existem diversas maneiras de se aplicar o diagrama Ishikawa. Analise qual se adapta melhor à realidade da sua empresa e mãos à obra.

Se você gostou do assunto ou ainda tem alguma dúvida, dá uma olhadinha no vídeo abaixo, que fala um pouco mais sobre o tema:

Baixar Diagrama Ishikawa

Tags In
199 / 308

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend