Cartão fidelidade: como fazer e quais são os benefícios

O cartão fidelidade é mais uma das grandes estratégias de fidelização de clientes. Assim como as muitas outras práticas nesse sentido, a ideia é oferecer vantagens a clientes mais assíduos, ou mesmo, criar uma nova cartela de clientes por meio de benefícios e facilidades que a sua empresa pode oferecer a eles.

Atualmente, os clientes não focam somente na diferença de preços na hora de escolher onde comprar. Os compradores de hoje não estão interessados em pechinchar ou em garimpar os lugares com melhores preços. Eles estão interessados na experiência de compra.

Essa experiência de compra abrange muita coisa, desde o atendimento diferenciado e personalizado, ofertas exclusivas, vantagens e benefícios oferecidas especialmente para cada cliente de acordo com suas preferências, e muito mais.

São essas vantagens e personalização no atendimento que farão este cliente retornar e recomendar para outros os produtos e serviços da sua empresa. Isso porque, com tudo o que o seu negócio oferece, a experiência de compra desse cliente foi boa e ele criou um vínculo com a sua empresa.

Esse vínculo, quando positivo, sempre vai trazer resultados bons para os dois, tanto cliente quanto empresa.

O cartão fidelidade é mais uma maneira de criar esse vínculo. Neste caso o vínculo ganha forma física e carrega o nome da sua empresa. Esse cartão fidelidade é como um contrato ou um vale presente. Garante que a pessoa que possui ele vai sair ganhando em algum sentido. Seja desconto seja um produto feito a seu gosto, um cartão fidelidade fideliza justamente por isso: faz o cliente se sentir especial. Essa, inclusive, é uma das regras vitais do bom atendimento ao cliente.

O que é cartão fidelidade

O cartão fidelidade é uma estratégia para oferecer vantagens, benefícios e descontos aos clientes mais fiéis de uma empresa. O acúmulo de pontos que dá direito a esses benefícios geralmente é armazenado em um cartão magnético, ou mesmo, em um cartão de papel.

No caso do cartão magnético, ele é preferido por empresas que somam pontos a cada compra do cliente. Esses pontos vão sendo somados e, ao final, quando o cliente atinge determinado número de pontos, ele pode solicitar a troca dessa pontuação por brindes, descontos, ou mesmo, novos produtos.

Já o cartão de papel é geralmente escolhido por restaurantes e lancherias, que carimbam este cartão cada vez que determinado cliente consome lá. Normalmente a soma de dez dessas carimbadas garante um almoço ou jantar gratuito como brinde pela fidelidade daquele cliente.

Como fazer um cartão fidelidade para sua empresa

O primeiro passo é recorrer a uma bom plano de marketing. Isso porque, você e seus sócios vão precisar analisar qual o tipo de cartão é o mais ideal para o seu tipo de negócio e para os seus clientes. Além disso, vai ser preciso analisar, também, quais vão ser os tipos de benefícios oferecidos a esses clientes e quantos pontos eles vão precisar fazer para alcançar esses benefícios.

Você deve lembrar de criar planejamentos estratégicos como esse, sempre de maneira alinhada com o seu plano de negócios e o seu planejamento orçamentário. Isso porque, os benefícios que a sua empresa vai oferecer por meio do cartão fidelidade não podem representar uma forma de prejuízo para os eu negócio.

De nada adiantaria, por exemplo, oferecer descontos em peças de roupas importadas, onde o lucro da sua empresa, com o desconto, não cobriria nem o preço de compra e importação da peça.

Por isso, o planejamento nesse sentido é importante. É necessário saber diferenciar o que traz benefícios para a empresa e o que pode representar prejuízo quando aplicado em larga escala.

Dicas de como criar um cartão fidelidade

Existem diversas estratégias para a criação, não só de cartão fidelidade, mas também, de várias outras técnicas de fidelização de clientes. A gente selecionou algumas dessas dicas, que vão servir para guiar você e seus sócios na hora de escolher a melhor forma de implementar estas estratégias na sua empresa.

  • Conhecer o cliente

Este passo é básico para todas as dicas que a gente dá aqui no blog. Isso porque, qualquer empresário que deseja ter sucesso sabe que a coisa mais importante de seu negócio é o cliente e, como tal, deve ser muito bem conhecido e entendido.

Esse conhecimento vai garantir que você possa criar ações direcionadas, específicas para cada segmento de clientes que o seu negócio possuir.

Como dissemos lá em cima, esse direcionamento e personalização faz o cliente se sentir especial e exclusivo, entendendo que a sua empresa se importa com ele de verdade e que presta atenção a suas necessidades. Uma boa estratégia para conhecer seus clientes é ter um sistema de gestão empresarial que salve seus dados no momento das compras. Esse tipo de software vai salvando os tipos de produtos que seus clientes mais compram, com que frequência eles visitam sua loja, como preferem pagar, além de seus dados cadastrais comuns, como telefone, e-mail e endereço. Embora este seja o método mais efetivo, você ainda pode fazer essa coleta de dados por meio de uma planilha específica para isso.

Tudo isso garante que você possa direcionar suas estratégias diretamente para esse cliente, de acordo com os gostos e necessidades dele.

Esse benefício se estende à criação de cartão fidelidade. Se você conhecer bem os desejos, hábitos e necessidades de seus clientes, vai saber exatamente que tipos de benefícios serão mais valiosos para eles.

  • Planeje

Qual é o seu objetivo ao criar este cartão fidelidade? Se você deseja fidelizar eles, uma boa ideia é sempre o programa de descontos. Por outro lado, se você deseja criar novos clientes, a ideia que mais traz resultados é criar um programa de indicação, onde seus clientes mais fiéis recomendam seus produtos para os amigos e ganham desconto cada vez que esse novo cliente compra com você.

Como dissemos lá em cima, planejamento estratégico é primordial para criar qualquer plano de marketing do tipo.

  • Seja criativo

Criatividade sempre traz resultado e nesse caso, não é diferente. Crie um cartão fidelidade que tenha a cara da sua empresa, que acompanhe a sua identidade visual. Se reúna com os seus sócios e funcionários mais criativos e pensem em um nome interessante para o seu cartão fidelidade. Não só isso, aproveite essa reunião para debater sobre maneiras criativas de anunciar esse cartão. De que forma ele vai ser apresentado nas propagandas? Qual será o público-alvo? Como ele pode ser atingido da melhor maneira?

Busque maneiras de fazer com que esse cartão e seus benefícios estejam alinhados com a missão, visão e valores da sua empresa. Desse modo, além dos benefícios ele vai trazer para seus clientes mais um bom peso de valor agregado.

  • Seja claro

Crie regras específicas e bem claras para o seu sistema de fidelidade. Isso porque, é muito fácil que as pessoas se confundam com as letras miúdas e acabem trocando informações úteis por outras inúteis. Por isso, é importante que toda a comunicação seja clara nesse sentido. Tanto para que os clientes não percam seus benefícios quanto para que a empresa não tenha prejuízos por alguma informação entendida de maneira errada.

  • Crie um bom sistema de pontuação

Essa parte é bastante importante. Como dissemos lá em cima, é importante definir que métricas serão calculadas na hora de conceder pontos para seus clientes mais fiéis. Vai ser pelo número de comprar? Quantos pontos ele vai ganhar em casa compra? Vai ser pelo número de vezes que ele frequenta a loja? Quais vão ser estes critérios?

Essa métrica é importante para que o cliente saiba de antemão quais são os comportamentos que geram pontos e para que você e seus sócios possam fazer uma previsão média de quanto vão investir e ter de retorno com essa ação.

  • Escolha bem o material

Já decidiu que tipo de material vai compor o cartão? Vai ser uma cartão de plástico magnético? Vai precisar de chip? Vale lembrar que se ele for plástico é importante que ele tenha código de barras de maneira a ser lido depois pelos seus leitores desse tipo de código e por seu software de gestão empresarial.

Se ele for de papel, qual será a qualidade desse papel? É difícil de falsificar esse cartão? Seus carimbos estão em boa qualidade ou podem ser copiados facilmente? Todas estas questões são válidas para impedir transtornos com aquelas clientes espertinhos que possam querer passar a sua empresa para trás.

  • Anuncie

De nada vale ter um bom sistema de cartão fidelidade se os seus clientes não souberem que ele existe, não é mesmo?

Por isso, invista em propaganda, em todos os canais que estiverem ao seu alcance. Seja televisão, rádio, jornal, ou mesmo, redes sociais, o importante é que seus clientes saibam que a sua empresa está oferecendo diversos benefícios para quem compra lá há mais tempo.

Essa divulgação passa, também, pelos seus colaboradores, que devem estar bem treinados para divulgar o seu cartão fidelidade sempre que entrarem em contato com um cliente.

  • Segmente

Como empresário você com certeza é cliente de algum banco ou companhia aérea, não é mesmo? Você já reparou em como eles segmentam os seus clientes por poder de compra? Há clientes que têm cartão Gold, Diamante, Prata, etc… Todos esses segmentos são hierarquias e como tal, saber que é um ponto mais alto para ser alcançado faz com que os clientes invistam mais para alcançar aquele posto.

É claro que nenhum cliente vai conseguir mudar o seu poder de compra significativamente só para receber um cartão Diamante, mas ele por certo vai investir mais em compras especificamente em sua empresa para garantir que ele consiga esses benefícios e esse status pelo menos como comprador. Você deve se lembrar sempre: todo cliente quer se sentir especial.

É isso aí. Com estas dicas fica bem difícil que você errar na estratégia de criar o seu cartão fidelidade. De qualquer modo, repasse com seus sócios todos esses passo e, se surgir mais alguma outra ideia que agregue à sua estratégia, não deixar de aplicar ela.

Se você ainda tem dúvidas ou gostou do assunto, abaixo tem um vídeo falando um pouco mais sobre o tema:

Vale lembrar que todas estas dicas você deve adaptar à realidade da sua empresa, além de analisar que outras estratégias ainda cabem nesse planejamento.

Boa sorte!

Tags In
191 / 318

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend