Lucratividade e Rentabilidade: o que são e como calcular estes indicadores

A lucratividade e a rentabilidade de um negócio são indicadores importantíssimos para quem se preocupa com a saúde financeira de uma empresa. E você deve ficar atento às diferenças entre estes termos e saber como calcular cada um.

Conhecer esses indicadores significa ter uma visão mais ampla do seu negócio. A lucratividade irá fornecer os números referentes aos ganhos obtidos por sua loja sobre as vendas realizadas. Enquanto a rentabilidade irá indicar o retorno dos investimentos feitos.

Ambos indicadores levam em consideração o lucro líquido da sua empresa. E embora possa parecer complicado diferenciá-los, na verdade é muito simples.

Neste artigo iremos ajudar você a entender o que é lucratividade e rentabilidade, as diferenças entre os indicadores e como você pode calculá-los.

Vamos lá!

O que é lucratividade?

A lucratividade trata do lucro que você obtém com os produtos que vende em relação à sua receita total. É importante que você saiba que a definição de lucro, de forma sucinta, se dá por: receita das vendas menos as despesas e custos, deduções e tributos.

Você já deve saber que, após vender um produto, o valor obtido na venda não é destinado diretamente à sua empresa. Existem os gastos com mão de obra, embalagem, envio, etc. E por isso existe um fator muito importante nessa área: o cálculo do preço de venda.

Saber quais são os custos que você tem por produto é essencial para que você possa formar um bom preço de venda. E consequentemente obter um bom lucro sobre suas vendas e melhorar sua lucratividade.

Outra boa estratégia para aplicar preços e assim gerar mais lucro, segundo Bob Fifer no livro Dobre seus lucros, é aumentando estes preços.

De início isso pode parecer algo ruim para o seu negócio. Mas conforme ressalta Fifer, aumentar os preços é uma ótima estratégia para aumentar lucros. E você não deve ter medo de testar novas possibilidades.

A estratégia de Bob Fifer para precificação é a seguinte:

Você deve cobrar do cliente o máximo que ele estiver disposto a pagar.

Faça uma lista de seus vinte melhores clientes e para cada um deles se pergunte: “Se eu aumentar os preços em 2%, correria realmente o risco de perder esse cliente?”. Se a resposta for não, está no caminho certo.

E se esse cliente estiver disposto a pagar 4, 8 ou até mesmo 10% a mais? Você deve fazer estas estimativas e ver qual melhor se aplica.

Ainda, segundo Fifer, com essa estratégia de precificação vem o medo de perder clientes ou de deixar uma imagem ruim para seu negócio. Porém, pense o seguinte: se seus produtos são realmente bons, os clientes não iram se importar de pagar um pouco mais por ele.

“Mas meus clientes podem ficar bravos com este aumento”. Bom, isso é verdade. Mas eles deixaram de ser clientes? Se a resposta for não, então você obteve sucesso.

Para Bob Fifer, essa é a estratégia que você deve considerar aplicar na sua empresa para aumentar seus lucros. E como resultado melhorar sua lucratividade.

Para calcular seu preço de venda, você pode utilizar um sistema de gestão como o QuantoSobra, que faz esse cálculo para você de forma automatizada. Ou ainda, pode baixar nossa planilha de Precificação de Produtos clicando na imagem abaixo.

Planilha de Formação de Preço de Venda

Como fazer o cálculo da lucratividade

Conforme explicamos, a lucratividade basicamente trata do lucro que sua empresa obtém com a venda dos produtos em relação à receita bruta. Também mostramos o que é lucro. Então, só precisamos entender o que é a receita bruta: que é o que você recebe ao todo sem os descontos.

A lucratividade será dada para você em percentual, e o cálculo consiste nesta fórmula:

Fórmula lucratividade

Para um exemplo mais prático sobre a lucratividade, podemos ver a seguinte situação:

Suponhamos que sua lucratividade seja de 15%. Então, a cada R$ 1.500,00 que você vender irão sobrar R$ 225,00 em forma de lucro para sua empresa, com todos os descontos já subtraídos.

O que é rentabilidade

Assim como a lucratividade, a rentabilidade também leva em consideração o lucro líquido do seu negócio. Porém, neste indicador, não usaremos a receita bruta, mas sim os investimentos feitos no empreendimento.

Saber qual a rentabilidade da sua empresa é importante para que você veja se seu negócio está “valendo” a pena ou se você acabará acumulando dívidas e prejuízos.

Este é o indicador é uma análise mais abrangente em relação ao empreendimento, e é a partir dele que você poderá saber qual rumo está tomando ou qual deve tomar.

Como fazer o cálculo da rentabilidade

Calcular a rentabilidade da sua empresa é muito simples. A fórmula é muito semelhante a da lucratividade, porém, ao invés de usarmos a receita bruta, levaremos em consideração os investimentos.

Fórmula rentabilidade

Vamos a um exemplo prático:

Suponha que você possua um lucro líquido de R$ 10.000,00. Para ter atingido este lucro, você investiu R$ 5.000,00 em merchandising, por exemplo. Neste caso, a rentabilidade da sua empresa é de 200%, o que é um ótimo indicador.

Lucratividade e rentabilidade: o que também é importante saber

Agora que você já sabe o que é lucratividade e rentabilidade. Então podemos partir para alguns pontos mais específicos.

Embora diferentes, os dois indicadores possuem relações entre si. Por exemplo: um negócio com uma boa lucratividade nem sempre será um negócio rentável. É preciso ter cuidado para não ficar “cego” com o número alto de vendas e achar que seu negócio está indo muito bem, deixando de lado o cálculo da rentabilidade.

Da mesma forma que um negócio rentável mas com uma baixa lucratividade não terá a mesma eficiência. Ambos os indicadores precisam atingir bons números para que sua empresa cresça de forma saudável.

Preste muita atenção nos números. Conhecer a lucratividade e a rentabilidade do seu negócio significa ter total controle dele. É a partir destes indicadores que você poderá estudar a saúde da sua empresa, fazer previsões e tomar as decisões necessárias. Dessa forma, com o tempo seu negócio lhe trará muitos benefícios.

119 / 317

2 Comments

  1. Jayme 10 de maio de 2019 at 15:10

    A dúvida é a seguinte: Devo usar o lucro líquido para analisar ao mesmo tempo dois indicadores? Lucratividade e rentabilidade? Exemplo: Lucro líquido mensal de 10.000 reais lucratividade de 20% e ao mesmo tempo esse lucro líquido gerou uma rentabilidade de 3% comparado ao capital investido…. seria isso? Obrigado pelo espaço.

    1. Adrien Carlos Duarte 13 de maio de 2019 at 16:34

      Olá Jayme, tudo bem?

      Sim… a rentabilidade de um negócio deve ser sempre avaliada em referência ao capital investido… então, medir o quanto esse lucro liquido de um mês se refere ao total de capital aplicado no negócio

      Já a Lucratividade seria o Lucro liquido dividido pelo faturamento… isso gera um % de Lucratividade mensal ou anual do negócio, que é outra analise.

      Espero que a gente tenha esclarecido a sua dúvida.
      Abraço 😉

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend