Giro de estoque: o que é e como calcular

Como sempre dizemos aqui no blog, um bom controle de estoque pode ser a maior diferença entre uma empresa de sucesso, com bom lucros, e uma empresa que perde dinheiro pela falta de boa gestão. Entender o que é giro de estoque pode ser determinante para que o seu negócio tenha esse diferencial.

O estoque do seu negócio não é somente aquela parte lá atrás do imóvel, que armazena todas as mercadorias que ainda não foram vendidas ou que não encontraram público interessado. O sistema de estoque de qualquer negócio é o local de onde podem surgir diversas análises sobre a saúde da empresa, assim como, é de onde vão sair as informações sobre os gostos do seu cliente, se a sua equipe de venda está fazendo um bom trabalho e também, com que saúde anda a sistemática de compra e venda de produtos para a sua loja e na sua loja.

O maior problema que podemos encontrar na gestão de estoque é um desequilíbrio entre os produtos que são vendidos  e as mercadorias compradas para suprir este estoque.

Todo o sistema de vendas do seu negócio depende deste esquema de entrada e saída de produtos, e da logística que envolve todo esse processo, afinal, quando um cliente entra na sua loja, o mínimo que se espera é que o produto que ele procura esteja disponível na prateleira. Ou que, na pior das hipóteses, ele possa ser encontrado no seu estoque.

Como perder uma venda não é uma opção para nenhum negócio que se preze, toda a logística por trás do abastecimentos do estoque deve estar bem gerida e funcionando muito bem. Afinal, além de se perder uma venda a falta de um produto na loja ou em estoque pode significar a perda de um cliente. Vale lembrar que um cliente insatisfeito sempre vai falar sobre a sua experiência de compra com outras pessoas que poderiam ser suas potenciais clientes.

O contrário também pode acontecer: a sua equipe de vendas prevê que determinado produto vai ter bastante saída em determinada estação, seja por questões de moda, ou mesmo preço. Então, a loja compra estas peças em grande quantidade e descobre que os clientes não têm nenhum interesse naquele artigo.

O resultado disso é bem óbvio: estoque encalhado. À primeira vista pode parecer que mesmo parado o estoque seja um dinheiro seguro, mas não devemos esquecer que este dinheiro está parado e dinheiro parado é prejuízo quando se tratam de negócios.

Isso porque, esse dinheiro, se estivesse circulando poderia representar todo um capital de giro que agora a sua loja já não tem, ou vai demorar para ter. Além disso, existem ainda os gastos com o próprio armazenamento de mercadorias, que não devem estar à mercê das variáveis do tempo e devem estar protegidas de traças e outras ameaças do tipo.

A melhor forma de saber se você está ganhando ou perdendo dinheiro com o seu estoque é sabendo como anda o seu giro de estoque. O cálculo é bem simples de fazer, mas antes nós vamos te explicar exatamente o que é giro de estoque.

O que é giro de estoque

Giro de estoque é o resultado de um cálculo que indica como anda a saúde e a qualidade do seu estoque, seja na utilização dos seus produtos, seja nas entradas e saídas de mercadoria. Esse cálculo funciona para todos os tipos de estoque, independente do seu tamanho ou do tipo de produtos que ele abriga.

Esse parâmetro vai demonstrar, principalmente, como está o desempenho do seu sistema de gestão de estoque e se os recursos que você investe em produtos estão tendo o recurso esperado. É por meio deste cálculo, que analisa o quanto o seu estoque gira, que você poderá entender como anda a rotatividade de mercadorias do seu negócio.

A ideia é simples: o giro de estoque serve para te dizer quantas peças do estoque foram vendidas e quantas vezes elas foram repostas durante um determinado período de tempo.

Como calcular o Giro de Estoque

O cálculo do giro de estoque não é nada complicado de se fazer. Para isso, primeiro você deve definir o período de tempo que este cálculo vai abranger. Depois você deve descobrir o número total de mercadorias que foram vendidas durante esse período de tempo. Um bom sistema de gestão da estoques, como o QuantoSobra, pode ajudar você nesta tarefa. Por último você deve saber qual é o seu estoque médio durante esse mesmo espaço de tempo.

Pronto! Agora é só calcular.

A fórmula é essa aqui: 

número total de vendas / volume médio de estoque no período = giro de estoque

Vamos explicar melhor:

Você tem uma loja de roupas que vende 2.000 peças por ano e o seu estoque médio durante esse mesmo ano é de 100 peças. Você deve então calcular:

2.000 / 100 = 20

Ou seja, o seu estoque gira 20 vezes por ano.

Você ainda pode fazer esse cálculo em valores monetários. Assim:

A sua loja de roupas vende R$ 500.000 por ano e o estoque médio, neste mesmo período, tem o valor de R$ 50,000. A mesma fórmula de cálculo deve ser aplicada:

500.000/ 50.000 = 10

Ou seja, neste caso, o seu estoque gira 10 vezes por ano.

Giro de estoque: o que é e como calcular

Vantagens do alto giro de estoque

Uma empresa que possui alta rotatividade de estoque tem muitas vantagens, e não estamos falando somente de lucro. Com um alto giro de estoque:

  • As chances de seus produtos ficarem presos na prateleira são poucas. É claro que, neste caso, o alto giro de estoque vem da boa gestão dos processos de compra. Quando a sua equipe de compras sabe investir valores em peças que realmente sejam da preferência de seus clientes e que tenham preços atraentes para eles. O ritmo com que seus clientes compram suas mercadorias vai ditar o ritmo com que a sua equipe de compra e venda vai adquirir novas peças, gerando um giro em sequências cada vez mais curtas.
  • Você economiza com espaço de armazenamento, uma vez que a rotatividade de produtos é alta, menos produtos ficam parados no seu estoque, liberando espaço e diminuindo os custos de armazenagem.
  • Você tem mais segurança em casos de sinistros, como incêndios e mesmo roubos. Isso porque, o seu estoque, quando em alto giro, além de ocupar menos espaço, estará sempre em tamanho reduzido, pela saída frequente de peças do armazenamento para as prateleiras.

Isso, para citar apenas algumas das vantagens. É claro que tudo isso resulta de um bom controle de estoque, e essa deve ser uma das prioridades da sua empresa: gerenciar e controlar todos os processos para que, além de lucro, eles gerem agilidade também.

Como aumentar o giro de estoque de sua loja

Existem diversas técnicas para aumentar a rotatividade do estoque da sua loja, mas a principal delas talvez seja, aumentar o número de produtos vendidos por ano. Por isso, boas técnicas de venda são sempre bem-vindas. Além disso, pode ser importante que você siga também as seguintes dicas:

Conheça o seu público alvo

É importante que você faça uma pesquisa de mercado para saber quem é o seu comprador ideal. O que ele gosta de consumir, a sua idade, sua renda mensal, como prefere pagar, e todas as outras características que sejam possíveis listar. Isso porque, assim ficará mais fácil que a sua equipe de compras compre exatamente aquilo que eles gostam de comprar, impedindo que peças fiquem paradas nas prateleiras ou no estoque, e consequentemente, aumentando os lucros do seu negócio. Um sistema que gerencie os dados de seus clientes pode te ajudar muito nisso.

Faça promoções

A queima de estoque é uma grande ferramenta quando você tem peças encalhadas no estoque e nas prateleiras. Vale a pena você expor os produtos que estão com pouca saída em um local com mais visibilidade em sua loja, baixando o seu preço e fazendo propaganda deles.

Seus clientes ficarão felizes em adquirir um produto que esteja com um bom preço e você ainda vende aquele produto que representava dinheiro parado.

Aproveite datas comemorativas

Seguindo a mesma linha da dica acima: aproveitar cada oportunidade para fazer o seu estoque girar. Datas comemorativas costumam aumentar as vendas de qualquer loja que saiba aproveitar esses momentos.

Assim, uma boa ideia pode ser, você criar promoções especiais para essas datas, diminuindo preços de produtos que tenham a ver com a data comemorada, ou mesmo, fazendo promoções direcionadas, como baixar o preço de peças femininas no dia das mães ou de produtos masculinos no dia dos pais. Use a sua criatividade.

Use o estoque mínimo

Uma boa técnica, para os lojistas que já possuem um bom controle de estoque, é trabalhar com o estoque mínimo.

O sistema funciona tendo um número certo de produtos em estoque e nas prateleiras. Quando um número determinado de itens específicos já foi vendido, o seu sistema de estoque alerta você de que restam poucas peças no estoque e você aciona a equipe de compras para que providenciem mais desta mercadoria.

A técnica, além de garantir que os seus clientes sempre acharão o produto que procuram na sua loja, ainda reduz custos de armazenamento.

Tenha um sistema de gerenciamento de estoque

Sistemas de gerenciamento de estoque, com o QuantoSobra, que além de fazer o gerenciamento da maioria dos sistemas de sua empresa, ainda gerencia o seu estoque, com diversas funcionalidades. Isso porque, independente do porte de sua loja, em algum momento, planilhas de Excel já não darão mais conta de todos os seus processos de venda.

Para isso, existem os sistemas de gestão: para unificar todos os processos de sua loja e garantir que o controle de todas estas etapas esteja em suas mãos.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o que é giro de estoque e como calcular, veja esse vídeo bem legal, feito pelo Flávio Moita para o canal dele:

Tags In
152 / 155

Deixe uma resposta

Required fields are marked

WordPress Theme built by Shufflehound. QuantoSobra | www.QuantoSobra.com.br | Software de Gestão - ERP para Micro e Pequenas Empresas

Compartilhe com um amigo