Sazonalidade no varejo: como lidar e tirar proveito da baixa de vendas

A sazonalidade no varejo é algo que todo empreendedor deve saber lidar, uma vez que essa situação vai acontecer, independente de qualquer esforço.

Isso porque, o ambiente do varejo é muito volúvel. As vendas sobem e descem de acordo com diversas variáveis que não são muito previsíveis.

Além disso, existem as datas comemorativas, que levam as vendas lá para cima, para logo depois, desmoronarem em função de alguma outra mudança ou fator.

Por isso, o empresário deve estar sempre atento, sabendo que esses altos e baixos no comércio são normais, em função da sazonalidade no varejo.

Antes de continuar explorando o assunto, talvez seja necessário explicar melhor o que o termo sazonalidade significa, principalmente dentro do varejo.

Sazonalidade no varejo: o que é

Sazonalidade é um termo que se refere àquilo que é temporário. Aquilo que tem uma estação ou um momento específico para acontecer. Quando nos referimos à sazonalidade no varejo estamos falando exatamente disso: dos períodos em que as vendas sobem e do período em que elas caem.

Muitos processos na sociedade sofrem de certa sazonalidade. Muitos, inclusive, obedecem a própria sazonalidade do varejo. É o caso da sazonalidade de produção, por exemplo.

Muitas empresas do ramo da indústria dependem dos produtos que elas vendem para o comércio varejista. Assim, a sua produção está quase que atrelada à necessidade de produtos desse setor.

O mercado todo sofre essa sazonalidade e cada área tem seus próprios métodos para lidar com ela. Por isso, o empresário do ramo do varejo também deve ter seus próprios métodos, levando em conta a sua experiência na área e, também, as dicas que vamos dar nesse artigo.

Sazonalidade no varejo: como aproveitar a alta das venda

Assim como todos os outros fatores internos do varejo, aproveitar a alta de vendas no varejo também envolve muito planejamento estratégico. Isso porque, não basta entupir o estoque de produtos e esperar os clientes entrarem pelas portas da loja.

Um bom planejamento evita desperdício de dinheiro, de tempo e, também, evita um giro de estoque pouco efetivo. Vamos às dicas:

  • Controle seu estoque

Um controle de estoque efetivo e bem gerenciado é o principal aliado do controle da sazonalidade no varejo, tanto na época de altas vendas, quanto no período de baixa de vendas.

Isso porque, é do estoque bem gerido que dependem as vendas que você vai fazer e o lucro que vai obter. Com um bom controle de estoque você vai saber exatamente o quanto de mercadorias deve comprar para cada período e consegue prever o quanto de lucro vai ter. Ele também vai garantir que os seus clientes encontrem nas prateleiras, os produtos que estão procurando.

  • Crie um planejamento estratégico

Já citamos a necessidade de um bom planejamento estratégico nesse momento. Isso porque, é por meio de um bom plano do tipo que você vai saber analisar e calcular quantos produtos, em média, você precisa para cada época e, em quais pessoas do seu público alvo você deve focar.

  • Crie um plano de marketing

A sazonalidade no varejo exige que o varejista conheça o seu mercado. Por isso, ele deve ter criado um bom plano de negócios e, também, deve criar um bom plano de marketing para lidar com as altas e baixas do mercado. Um plano de marketing vai te ensinar tudo sobre o mercado, vai te ajudar a criar campanhas de venda e vai ajudar você a direcionar melhor a sua comunicação, diretamente para seus clientes em potencial.

  • Selecione bem

Nos períodos de alta da sazonalidade no varejo, é normal que os empreendedores contratem vendedores temporários. No entanto, é necessário que se saiba bem como fazer estas contratações, de maneira que os contratados tragam os resultados esperados da melhor maneira.

Por isso, neste artigo a gente ensinou a fazer um bom recrutamento e seleção e, neste aqui, ensinamos a fazer um bom treinamento de vendas. Vale a pena, também, ler este artigo aqui, onde ensinamos as melhores dicas para a contratação de vendedores.

Sazonalidade no varejo: como contornar a baixa de vendas

O período de baixas vendas na sazonalidade no varejo se resume a uma só palavra: planejamento.

É o momento de analisar todas as métricas das vendas feitas durante as altas, ver o que deu certo e o que deu errado e criar planos de ação que ajudem a vender mais, não só no período de alta mas, também, nos períodos de baixa. Esse inclusive é a primeira dica:

  • Crie um plano de ação

Um bom plano de ação vai ajudar você a fazer a análise completa do que está funcionando ou não na sua empresa durante os períodos sazonais. Além disso, este tipo de esquema vai ajudar a criar um panorama sobre como agir nas mais diversas linhas de frente e em cada período. A gente ensinou a fazer diversos planos de ação, aqui nessa sessão.

  • Estude

Aproveite o período com poucas vendas para estudar o seu mercado com mais profundidade. Faça cursos de marketing e venda e depois repasse o seu conhecimento para seus colaboradores. Desta forma, o seu conhecimento é multiplicado e permanece ajudando a sua loja.

  • Melhore a experiência do cliente

Melhorar a experiência do seu cliente dentro da sua loja é o melhor passo para garantir novas vendas, tanto na baixa quanto na alta temporada da sazonalidade no varejo. Por isso, invista em um sistema de gestão como o QuantoSobra, que interliga o seu frente de caixa com o seu sistema de estoques, diminuindo as filas do caixa. Aproveite também, e contrate um especialista para dar dicas para seus vendedores sobre como melhorar a jornada do cliente em cada período.

Dica extra: Mercado Fitness – Como trabalhar com a sazonalidade na academia

E aí, gostou das dicas? A gente ainda separou um vídeo que fala um pouco mais sobre o assunto. Dá uma olhadinha:

270 / 295

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend