Estoque de segurança: o que é e como calcular na sua empresa

Você já ouvir falar em estoque de segurança? Provavelmente, se você já sabe como implementar um bom controle de estoque na sua empresa, estoque de segurança é um termo conhecido por você. 

Apesar disso, muitos empresários conhecem o termo mas não sabem ou, ainda não se interessaram em implementar este tipo de sistema nos estoques do seu negócio.

Neste artigo, a gente vai falar um pouco mais sobre o embasamento teórico dessa prática e, vai mostrar, também, a melhor maneira de se fazer o estoque de segurança aí na sua empresa. 

Tudo isso, de maneira fácil, de modo que você possa incluir na rotina diária do seu negócio, esse método tão importante de segurança.

Você já deve ter passado por alguma situação que causou falta de algum produto em suas estantes. Seja uma demanda de compras maior do que o imaginado, seja a demora na entrega por parte de algum fornecedor, o fato é que todo empresário já passou por alguma situação semelhante.

É nesse momento que passa pela cabeça do empresário a ideia de ter um pouco mais de produtos no seu estoque. Exatamente para esses momentos de imprevisto, uma vez que o mercado, principalmente do ramo do varejo, é imprevisível e a moda não obedece qualquer critério que seja controlável.

Por isso, aqui neste artigo a gente vai esclarecer vários tópicos que se referem ao estoque de segurança, de modo que você nunca mais perca clientes por deixar de ter algum produto em suas estantes e estoques.

O que é estoque de segurança 

Estoque de segurança é ter em seu sistema de estoque um número chave de produtos que vão servir para alguma emergência. A ideia é que esses produtos não sejam vendidos no mesmo esquema dos estoques tradicionais, mas sim, que sejam mantidos armazenados para serem comercializados somente quando ocorre um acontecimento fora da curva, como um atraso na entrega por parte dos fornecedores ou, uma demanda de compras acima do esperado.

Como sempre dissemos aqui no blog, é o bom atendimento e ter sempre o produto que o cliente deseja que fideliza esse comprador para continuar visitando a sua empresa.

Por isso, o empresário não pode se dar o luxo de não ter determinado produto em seus estoques, uma vez que, com certeza o cliente não vai ficar esperando o fornecedor chegar com o produto que ele quer comprar.

O cliente, depois de já ter se decidido a comprar determinada mercadoria, não gosta de esperar, afinal, ele já faz toda a análise inicial da experiência e sabe o que quer.

Por isso, ao invés de esperar que você receba novamente o produto que ele quer, ao encontrar as suas prateleiras vazias, ele vai correr até o seu concorrente, que por certo vai ter essa mercadoria em estoque.

Neste caso, fica a seguinte pergunta: não valeria mais a pena ter uma quantidade extra e emergencial desse produto do que perder um cliente?

Quais são as vantagens do estoque de segurança

Ter um estoque de segurança traz inúmeras vantagens para a sua empresa. Além da vantagem que citamos acima, de não perder seus clientes para seus concorrentes, temos mais uma lista de benefícios que a prática pode trazer para o seu negócio.

  • Mantém o giro de estoque saudável: como já dissemos aqui, o giro de estoque é uma métrica importante para o seu negócio. É o cálculo dele que vai permitir que você economize na hora de comprar novos produtos para venda posterior e, também, vai ajudar você a notar o momento certo para comprar uma nova remessa de produtos ou fazer uma queima de estoque para desencalhar algum produto com pouca saída.
  • Mantém a qualidade de seus serviços e o nome da sua empresa: tendo sempre os produtos mais procurados em suas prateleiras, você preserva a fama de oferecer bons serviços a seus clientes. A qualidade desse serviço sempre vai ser associada ao nome da sua loja.
  • Ajuda a economizar: você já deve saber que comprar produtos em maior quantidade de seus fornecedores garante certos descontos, não é? Você também vai receber descontos por solicitar a remessa desses produtos com antecedência ou mesmo, com a data certa. Isso, ajuda também o seu fluxo de caixa, que começa a funcionar com mais folga e de maneira mais tranquila.
  • Reduz custos com armazenagem: ter em seus estoques mais produtos do que o necessário também pode ser uma desvantagem, se você não sabe exatamente de quantos produtos precisa. Isso porque, a armazenagem de produtos gera custos, tanto de energia elétrica e limpeza, quanto de aluguel. Por isso, ter o seu estoque de segurança bem calculado ajuda você a ter apenas o necessário estocado. 

Quer fazer o cálculo de quantos produtos você deve ter em seus estoques para manter a saúde da sua empresa? A gente criou uma planilha para fazer isso de maneira automática para você. Você pode baixar, gratuitamente a nossa Planilha para o Cálculo de Estoque Mínimo e Estoque Máximo, clicando na imagem abaixo.

Estoque de segurança

  • Melhora a logística: transporte de mercadorias costuma ser bastante caro. Calcular prazos e preços costuma ser complexo. Por isso, tendo em mente o número exato de produtos que você precisa em seus estoques, a gestão da logística, tanto sua quanto de seus fornecedores fica facilitada. Isso gera economia de tempo e dinheiro tanto para você quanto para eles.

O que você deve saber antes de fazer este cálculo

Todos os cálculos dependem de certos fatores. Com o cálculo do estoque de segurança não é diferente. Para chegar ao valor real do número de produtos que você deve ter estocados, antes, você deve ter alguns dados em mãos:

Lead time:

Para entender de uma maneira simples, o lead time é o tempo que leva entre o momento em que você fez o pedido de uma remessa de mercadorias a seu fornecedor e momento em que essa remessa chega à sua empresa. Se esse tempo for muito longo, ou costuma variar, é quase obrigatório que você tenha, mesmo, um estoque de segurança em seu negócio.

Previsão de demanda:

Para chegar a esse número você deve ter em mãos o tempo que os produtos levam para chegar em sua empresa e quanto tempo leva para que eles sejam vendidos. Sabendo desses valores, fica mais fácil saber quais são os produtos que você deve ter em estoque de segurança

Nível de serviço: 

Este fator é bastante importante. Ele se refere à importância que cada produto tem entre a variedade de mercadorias do seu negócio. Em uma escala de 0 a 100, quanto mais relevante é uma mercadoria para os seus clientes, mais próximo de 100 e maior deve ser o estoque de segurança dela.

Como calcular o estoque de segurança

Para fazer o cálculo do estoque de segurança, basta aplicar a seguinte fórmula:

Estoque de Segurança = Demanda média diária x tempo de entrega

Vamos, agora, a um exemplo prático:

Se a sua empresa vende 30 unidades de um determinado tipo de vestido por dia e o tempo que o fornecedor demora para entregar estas peças é de 4 dias, então, basta aplicar a fórmula:

30X4=120

Ou seja, você deve ter, em seu estoque de segurança, pelo menos 120 peças desse vestido.

Bem simples, não é? Agora basta pegar o papel e a caneta e começar a calcular o estoque de segurança aí na sua empresa. Se você quiser automatizar os processos de controle de estoque do seu negócio, uma ótima opção também pode ser a nossa Planilha de Controle de Estoque, que pode ser baixada de graça, clicando na imagem abaixo:

Estoque de segurança CTA

Bacana, não é? Se você ainda tem alguma dúvida ou gostou do assunto, a gente separou o vídeo abaixo, que fala um pouco mais sobre o tema:

277 / 281

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend