Neste artigo você vai ler:

 

Como se preparar para aproveitar a Black Friday e aumentar as suas vendas? Esta é a pergunta que vamos responder neste artigo. O evento que começou fora do Brasil e tomou conta do mundo vem alavancando as vendas no varejo desde que chegou por aqui e, nenhuma empresa do varejo deve perder a chance de dar uma turbinada nas suas vendas. 

Porque eu digo isso? Porque a Black Friday 2021 vai movimentar, pelo menos, R$ 3,9 bilhões aqui no Brasil. Ou seja, cerca de 6,5% a mais do que no ano passado, principalmente na área do varejo físico. De acordo com esta reportagem da Revista Veja, cerca de 79% dos consumidores brasileiros planejam realizar alguma compra na data. 

Legal, não é? Por isso, não há motivos para a sua empresa ficar de fora. Vamos traçar estratégias para que você e seus clientes saiam satisfeitos nesse período!

Antes, vamos entender um pouco mais sobre esta data:

O que significa Black Friday?

Black Friday é um termo americano que, em Português significa “Sexta-feira negra”. Nos Estados Unidos a data marca o início das compras de Natal no varejo do país. A Black Friday geralmente acontece um dia depois do Dia de Ação de Graças, que é a quarta quinta-feira de novembro nos Estados Unidos.

Este evento, que agora já está espalhado por vários países do mundo, começou como tradição lá, nos EUA mas, com a ajuda da internet e da televisão, acabou se tornando conhecido em todos os continentes. 

Inclusive, no Brasil já é tradicional o acontecimento da Black Friday, também em novembro, antecedendo o Natal. Movimentando bilhões de reais aqui no país, a Black Friday é ansiosamente esperada, tanto pelos empresários do varejo quanto pelos consumidores, que aguardam o ano todo pelos descontos e promoções atrativas da data.

Quando começa a Black Friday?

A Black Friday começa no dia 26 de novembro aqui no Brasil. Ou seja, assim como nos Estados Unidos, ela vai acontecer na quarta sexta-feira do mês, garantindo que todos os consumidores consigam fazer suas compras de Natal com antecedência e com grandes descontos.

Este artigo está saindo com esta antecedência justamente para que você tenha tempo de traçar as suas estratégias para aproveitar a Black Friday da melhor maneira para aumentar as vendas da sua empresa.

Black friday varejo: dicas

Vamos às dicas, então?

Como aumentar as suas vendas na Black Friday?

As dicas que separamos podem ser velhas conhecidas suas, mas, unidas e, especialmente nesta data, podem ser poderosas estratégias para alavancar as suas vendas e atrair novos clientes na Black Friday.

1. Entenda o seu público

Na verdade esta dica se aplica a todo o cenário de vendas no Brasil e no mundo. Se você quer vender, tem que saber para quem quer vender, o que este público gosta de comprar, o quanto costuma investir e como gosta de comprar e ser atendido.

O seu comércio é online? As estratégias do meio online costumam ser mais abrangentes e fáceis de fazer. 

O seu comércio é físico? O investimento talvez deva ser em mídia tradicional, como jornal, rádio e televisão. As próprias redes sociais da sua empresa, se bem geridas, podem ajudar a divulgar o que você necessita. 

É quase que regra geral o entendimento de que, quanto mais você conhece o seu público mais você vende. Recomendamos que você faça um plano de marketing, como mostramos aqui, para ter o conhecimento total sobre o seu público.

2. Selecione os produtos

Como a Black Friday é um grande evento de descontos, você deve selecionar, junto ao seu controle de estoque, os produtos que podem receber descontos bons sem trazer prejuízo para a sua loja. Provavelmente, se você já tinha em mente aproveitar o período da Black Friday, você já comprou produtos específicos para essa grande promoção, junto a seus fornecedores. O foco é, junto com estes produtos, liberar o seu estoque de produtos que estão com pouco giro ou encalhados. Inclusive esta é a próxima dica:

3. Use o seu estoque da melhor forma

Sabe porque as vendas do varejo sobem tanto no período da Black Friday? Porque as pessoas juntam dinheiro o ano todo para aproveitar os grandes descontos dessa época. Por isso, tudo aquilo que estava na lista de desejos dessas pessoas elas não vão pensar duas vezes em comprar agora!

Como aproveitar melhor essa compulsão por comprar? Colocando à disposição desses clientes, também aqueles produtos que você já tem em seu estoque mas que estão parados. Aplique um bom desconto neles e coloque à venda. Assim, além dos lucros dos outros produtos você evita ter prejuízo com os produtos que estão parados no seu estoque. Aqui, a gente ensinou como fazer isso.

Varejo: black friday

4. Anuncie

Lembra que lá em cima a gente falou que para vender mais temos que conhecer cada vez mais o nosso público? Aqui, você vai usar esse conhecimento! Para anunciar as promoções que a sua loja está fazendo na Black Friday você deve anunciar no veículo que o seu público mais gosta. Por isso, não tenha medo de separar um tempinho para descobrir qual é esse veículo. Atualmente, como dissemos acima, as redes sociais são o melhor caminho mas, se a sua loja é online, também pode ser uma ótima ideia anunciar nas buscas do Google. Assim, sempre que o potencial cliente estiver procurando um produto específico que você vende, o seu anúncio aparece em primeiro lugar nos resultados.

5. Prepare os seus colaboradores

A demanda de clientes aumenta bastante durante o período da Black Friday e, consequentemente, o trabalho aumenta também. Por isso, treinar os seus funcionários e colaboradores para encontrar uma forma de driblar esta dificuldade é uma boa ideia. Se você já teve a experiência de fazer promoções na Black Friday você deve saber que o cansaço dos colaboradores também aumenta, em função da correria. Por isso, talvez seja uma boa ideia contratar alguns funcionários temporários para este período de alta demanda. Assim, a experiência de final de ano de seus colaboradores melhora, uma vez que eles não vão correr o perigo da exaustão.

6. Aposte na agilidade

Como dissemos ali em cima, a demanda aumenta muito durante a época da Black Friday e com isso, os atendimentos podem demorar um pouco mais do que o normal. Isso, além de frustrar os seus colaboradores, pode frustrar, também, os seus clientes. Por isso, apostar na agilidade do atendimento deve ser uma das prioridades. Criar estratégias para dar conta de todos os compradores sem prejudicar a experiência do cliente é uma estratégia da qual você nunca vai se arrepender.

7. Entregue em casa

A experiência de passar por uma pandemia mudou um hábito de consumo importante para todo mundo: quem compra não quer mais sair de casa para isso. Além de as compras online terem aumentado infinitamente, também aumentaram os pedidos por aplicativos e a exigência por comodidade e rapidez. O varejo não poderia ficar longe desta demanda e também apostou em vender suas mercadorias por meio das redes sociais e do WhatsApp. A gente inclusive ensinou como fazer isso nos artigos abaixo:

Levando em conta este novo hábito, não deixe de oferecer para o seu cliente a possibilidade de comprar seus produtos através das redes sociais e não deixe de oferecer uma entrega rápida destes produtos diretamente na casa do cliente. Se a sua loja é online esta prática já é comum e talvez a dica seja tentar formas de fazer estas entregas de maneira mais rápida para seus clientes. Não esqueça: o consumidor sempre tem pressa.

E, então? Gostou das nossas dicas? Você tem alguma estratégia que você usa e que não esteja nesta lista? Não deixe de compartilhar a sua experiência com a gente nos comentários abaixo!