Fiado: como acabar com ele na sua loja e por que você deve fazer isso

Você em algum momento já deve ter vendido fiado na sua loja. E isso é normal, afinal, o fiado é algo cultural na sociedade brasileira. E em meio à crise financeira que o Brasil se encontra, o fiado voltou a ganhar força no comércio.

A famosa caderneta é conhecida por todo lojista e comerciante no país. Porém, o que muitos não sabem, ou sabem e preferem tentar a sorte, é que esse tipo de venda pode trazer prejuízos para os negócios.

“Poxa, estou sem dinheiro agora, posso pagar outro dia?”. Esse tipo de frase é normal no cotidiano de muitos lojistas. E por mais relutante que você seja, sempre existe aquele conhecido que faz com que você acabe aceitando.

Neste artigo falaremos sobre os problemas de vender fiado e como você pode acabar com isso. Então, vamos as dicas.

Fiado: um grande problema

É comum que quem vende fiado desde o início do negócio prefira continuar com o sistema do caderninho. A inadimplência ocorre, mas, a grande maioria paga a conta no final do mês, mesmo que atrasada.

Isso pode parecer bom no momento que você recebe o dinheiro, porém, se for olhar para o seu negócio como um todo, verá que está fazendo a coisa errada.

O grande problema do fiado está justamente no fato de você não receber o pagamento na hora que está dando baixa no seu estoque. Você está, literalmente, dando um produto a alguém e torcendo para que a pessoa pague você posteriormente.

Isso só pode significar uma coisa: prejuízo. Ao longo prazo você já não terá mais controle algum sobre suas finanças. O controle financeiro da sua loja é importantíssimo, e você não deve colocar tudo em risco apenas para manter os clientes “comprando” no seu estabelecimento.

O fiado pode estar afundando seu negócio e você não está percebendo. Por enquanto.

Pense bem: como ficará seu fluxo de caixa? Como você irá repor seu estoque se não possui o dinheiro que deveria ter recebido “vendendo” os produtos do estoque antigo? Adivinhe de onde sairá o dinheiro para manter a loja funcionando?

Além do fiado ser um grande problema para a saúde financeira da sua loja, causando imprevistos no seu capital de giro, é também um grande problema para a sua saúde financeira.

Fiado é sinônimo de imprevisão. Então, como você irá manter sua loja funcionando se não pode prever o futuro financeiro dela? Você não sabe quando o dinheiro vai entrar, nem quanto irá entrar. Ou seja, seu planejamento irá por água abaixo. Ou você nem terá um planejamento.

Considere repensar as políticas do seu negócio. Estude as finanças da sua loja. Tenha sempre o total controle da empresa. Um sistema de gestão pode ajudar você nisso. O QuantoSobra, por exemplo, é uma ótima opção para você controlar todas as áreas da sua loja.

Mas afinal, se vender fiado é tão prejudicial para um negócio, por que as pessoas insistem em manter esse esquema em suas lojas?

O medo de perder clientes

Como falamos anteriormente, vender fiado faz parte da cultura do brasileiro. Pequenos estabelecimentos costumam adotar a política do fiado para atrair mais clientes. E também para brigar com a concorrência.

Lojas antigas e que aplicam a venda fiada desde o início dos negócios costumam ter uma gama de clientes. Quando os clientes pagam as contas em dia, o problema não é tão grande. Embora continue sendo um problema. O “x da questão” está nos clientes que atrasam os pagamentos. Ou até mesmo deixam de pagar.

Às vezes, por serem clientes de longa data, é difícil para que o dono da loja proíba o fiado a essas pessoas. E aí temos o motivo dessa prática continuar tão grande no comércio.

Como um pequeno estabelecimento irá proibir o fiado para os clientes antigos e arriscar perdê-los? Pior do que não receber um pagamento na hora das vendas é simplesmente não ter vendas.

“A loja da esquina continua vendendo fiado. Se eu proibir o fiado aqui, vou perder meus clientes para eles”. Isso não deixa de ser uma possibilidade. Porém, você não irá perder 100% da sua clientela, acalme-se.

Então, pergunte a si mesmo: prefiro perder alguns clientes ou ter que fechar sua loja daqui alguns anos por que faliu?

O medo de criar inimizades também é grande. Normalmente os clientes mais antigos acabam se tornando amigos de quem gerencia a loja. Mas não veja isso como um impedimento para mudanças.

Se as pessoas são de fato suas amigas, entenderão que você estará fazendo isso pelo bem da sua empresa. E convenhamos: amigos, amigos, negócios à parte.

Coloque a saúde financeira da sua loja em primeiro lugar. Não deixe que as pequenas coisas o impeçam de obter o sucesso que você e seu negócio merecem!

Controlar as contas pendentes é importante

Como acabamos de ver, a inadimplência será sua grande inimiga caso você venda fiado. E com a inadimplência sabemos que vêm outros problemas que afetam seu controle financeiro, fluxo de caixa e controle de estoque.

“Mas e se eu não conseguir fugir do fiado, como manter o controle?”. Uma boa maneira para lidar com a inadimplência na sua loja é controlando suas contas a receber. Ou aplicar os carnês.

Você pode agora estar pensando: “mas é exatamente para isso que a caderneta serve”. De certa forma sim. Mas a caderneta é segura?

Anotar os pagamentos que você precisa receber em um pedaço de papel pode ser bem arriscado. E se você perder ou acidentalmente você molhar/rasgar o caderninho? Como irá cobrar os clientes sendo que não terá provas de que os mesmos lhe devem?

Nestes casos, apostar na honestidade das pessoas não é um bom negócio para sua loja. Portanto, uma boa maneira de controlar as contas ou carnês é mantendo esses dados em algum sistema computadorizado.

Ter as contas lançadas em um sistema online lhe permite ter total segurança em relação ao que precisa receber. Além disso, você terá agilidade na hora de puxar os históricos de contas dos clientes que você vende.

O controle de contas a receber lhe dá a possibilidade de lidar com a inadimplência e salvar a saúde financeira da sua loja. E um sistema ideal para isso é o QuantoSobra. Totalmente online e seguro para você.

E então: como acabar com o fiado?

Até aqui já tratamos de porque você não deve vender fiado na sua loja. A partir de agora então veremos algumas dicas que você pode aproveitar para aplicar no seu negócio e acabar de vez com este problema.

Mas preste atenção! É sempre necessário que você faça um estudo na sua empresa para saber quais as melhores estratégias a serem aplicadas. Não existem fórmulas mágicas para resolver problemas. Antes de fazer mudanças, conheça bem o seu negócio.

Acabando com o fiado – Primeira dica: ofereça mais formas de pagamento

Os clientes compram fiado na sua loja pela falta de dinheiro no momento, certo? Bom, então ofereça no seu negócio várias opções de pagamento para eles escolherem.

As maquininhas de cartões são a melhor escolha nestes momentos. Procure ter mais de uma, para que você tenha a possibilidade de aceitar várias bandeiras de diferentes cartões.

É importante também que você possibilite seus clientes a usarem vários tipos de cartões. Débito, crédito, vales, etc. Quanto mais opções, melhor.

Aplicativos de pagamento também são uma boa alternativa. Atualmente existe uma grande variedade de apps com esse objetivo, e você pode estudar para ver qual o melhor para a sua loja.

  • Muito cuidado com os cheques: os cheques podem ser mais perigosos que o próprio fiado. Com a venda fiada você ainda pode tentar manter um controle, porém, com os cheques você só tende a sair no prejuízo. Cheques sem fundo são normais, e de novo: não aposte na honestidade das pessoas.

Acabando com o fiado – Segunda dica: deixe claro que você não vende

Com certeza você já viu por aí placas do tipo “fiado apenas para maiores de 90 anos acompanhados dos avós” ou “fiado só amanhã”. E essas são maneiras divertidas e sutis de deixar claro para os clientes que você não oferece essa possibilidade no seu negócio.

Procure elaborar uma placa para a sua loja também. Seja sutil com as palavras para não espantar clientes.

E caso na hora da compra alguém pergunte se você pode fazer fiado, seja gentil e ofereça as inúmeras formas de pagamento que você aceita.

Mas não esqueça: seja objetivo. É importante que não restem dúvidas aos clientes quanto a isso, para que não o importunem tentando levar seus produtos sem pagar.

Acabando com o fiado – Terceira dica: fidelize os clientes

Agora você deve estar pensando: “bom, mas vender fiado de certa forma fideliza os clientes”. E você está certo. Mas não precisamos apontar todos os problemas que a venda fiada traz para o seu negócio novamente, né?

Então, uma boa maneira para acabar com o fiado é fidelizando os clientes e os fazendo gostar de comprar na sua loja.

Se os clientes se satisfazem comprando seus produtos, não irão se importar de pagar por eles no ato da compra. Por isso é tão importante que você fidelize aqueles que confiam no seu trabalho.

O benefício de parar de vez com o fiado

Tendo em vista tudo o que analisamos até aqui, podemos concluir que o maior benefício de acabar com o fiado é que isso contribui para a saúde financeira da sua loja.

Ter um bom controle financeiro, um bom fluxo de caixa e um bom controle de estoque devem ser suas prioridades. E quando estes controles estão indo bem, sua empresa está no caminho certo.

Portanto, considere acabar de vez com o fiado no seu negócio e com o tempo comece a sentir as vantagens e benefícios dessa mudança.

planilha de contas a pagar e receber - fiado

117 / 318

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend