Neste artigo você vai ler:

 

Você já ouviu falar que toda corrente é tão forte quanto o seu elo mais fraco? Quando estamos falando de visão sistêmica de uma empresa, a gente está se referindo a uma ideia parecida.

Explico: como você sabe, uma corrente é composta por elos. Ora, se essa corrente tem um elo, mesmo que apenas um, que é fraco, então a corrente toda é fraca. Isso porque, em função do elo mais fraco ela pode arrebentar naquele ponto e não exercer a força que foi criada para exercer.

O mesmo se aplica a uma empresa: toda empresa é tão forte quanto o seu setor mais fraco. Se um setor não está funcionando como deveria, isso, em algum momento, com certeza vai afetar e refletir nos outros setores. Com o tempo, ou talvez, imediatamente, essa fraqueza pode ser fatal para o negócio. 

A visão sistêmica da empresa analisa justamente isso: o interligamento entre cada área do negócio e como a gestão e os resultados desses setores afetam uns aos outros. 

Vamos entender melhor:

O que é visão sistêmica da empresa?

Visão sistêmica da empresa é perceber a empresa e seus processos como um todo. De acordo com esta técnica, devemos analisar a maneira com que cada setor e sua gestão afetam as outras áreas e o impacto que tudo isso tem no todo que compõe a empresa.

Ou seja, ter uma visão sistêmica da empresa é ver o negócio como um organismo, onde analisamos cada parte para entender os efeitos que estas partes têm no corpo todo.

De início, o conceito todo pode parecer bastante complexo, mas basta compreender que a visão sistêmica da empresa é ter uma visão panorâmica sobre os seus processos internos e seus resultados e como tudo isso impacta na estrutura do negócio. 

Como o nome indica, é ver a empresa como um sistema onde todas as engrenagens estão interligadas e cada uma delas afeta a outra de alguma maneira.

  • Quando estão funcionando como o esperado, estas engrenagens trazem resultados efetivos, lucros, agilidade e economia.
  • Quando não estão funcionando como deveriam, estas engrenagens trazem despesas, funcionamento lento e pouco ou nenhum resultado.

A partir dessa visão, do topo da montanha, muitas vantagens surgem para a gestão da empresa.

Visão sistêmica da empresa: qual a sua importância e quais as vantagens?

A visão sistêmica da empresa traz para o empresário várias vantagens. É como se ele pudesse ver o funcionamento no negócio de cima, identificando fraquezas e forças e identificando padrões que podem ser mudados ou melhorados. Vamos entender a importância e as vantagens da visão sistêmica da empresa:

1. Análise isolada

Com a visão sistêmica da empresa você consegue analisar a efetividade de um setor de maneira isolada, podendo concentrar o seu tempo e atenção no que funciona ou não naquela área. O processo posterior é analisar como os resultados dessa área impactam o todo.

2. Análise global

Tendo uma visão sistêmica da empresa, você consegue usar as informações que você coletou na análise isolada de cada setor para medir os resultados da empresa como um todo. 

3. Análise de ação e reação

Olhando a empresa de forma panorâmica com a visão sistêmica, o empresário vai conseguir ver de maneira mais clara que tipo de ação desencadeou cada reação. Assim, é possível arrumar aquilo que não funciona e melhorar ainda mais aquilo que funciona. Isso facilita, também, a identificação de erros de estratégia ou erros humanos, permitindo o aprimoramento desses processos.

4. Melhora na agilidade

Já ficou claro para você que com a visão sistêmica da empresa você vai implementando melhorias que vão levando, aos poucos, todos os setores ao seu melhor funcionamento, não é? Assim, inevitavelmente, os processos ganham agilidade.

5. Transparência

Quando você implementa a visão sistêmica no seu negócio, fica claro para todo mundo o resultado que cada setor tem e a sua importância para a empresa. Com isso, você mostra para seus colaboradores que o trabalho deles realmente importa e traz resultados para o negócio como um todo.

6. Economia

Com processos mais ágeis, a visão sistêmica leva a sua empresa a economizar nas suas ações e também no seu funcionamento geral. É uma máquina que vai ficando cada vez mais efetiva usando cada vez menos recursos para isso.

7. Estratégias que funcionam

Com a visão sistêmica da empresa você vai ter em mãos todos os dados que precisa para criar bons planejamentos estratégicos. Com dados mais confiáveis você aumenta suas chances de ter resultados mais substanciais.

Pensamento sistêmico para empresas: como aplicar a visão sistêmica na sua empresa

A origem da visão sistêmica para empresas é justamente a filosofia do pensamento sistêmico que, na verdade, se aplica à maioria dos processos. Por anos esta filosofia tem sido estudada e, na adaptação destes conceitos para o mundo dos negócios ganhou uma nova dimensão. Os pilares são os mesmos, e a aplicação também, ganhando apenas, nuances empresariais. Vamos lá:

1. Visão global X visão isolada

A visão isolada de cada setor traz diagnósticos que se aplicam somente àquela área, limitando o entendimento em termos de grupo. Quando vamos aplicar a visão sistêmica em uma empresa, devemos nos ater ao conceito global das ações e resultados. Ou seja: analisar como os resultados de cada área impactam na empresa toda.

Lembra daquele conceito da engrenagem? Então: você deve ver cada setor como uma peça de engrenagem de uma grande máquina que é a empresa.

2. Pensamento circular X Pensamento linear

É o mesmo conceito de ação e reação que citamos acima, incrementado. Quando estamos falando da correlação e oposição entre pensamento circular e pensamento linear estamos pensando em consequências de cada ação, a curto e a longo prazo. 

Cada ação ou estratégia vai trazer efeitos que podem ser positivos ou negativos, ou ambos. Quando pensamos em termos sistêmicos, sabemos que devemos pensar em estratégias e planos de ação que vão trazer efeitos positivos. Entretanto, estes resultados positivos também vão trazer efeitos, como a necessidade de mais investimento ou de mais tempo, por exemplo.

Pensar sistemicamente é antecipar estes efeitos e estar preparado para eles.

3. Assumir a causa X terceirizar a causa

Na visão sistêmica de uma empresa, os colaboradores e sócios sabem identificar a origem real de cada problema ou erro. Em função dessa visão clara, ninguém coloca a culpa de algum evento em outra pessoa ou setor, todos se percebem como causadores de suas próprias ações. 

Essa postura permite que os erros sejam corrigidos com rapidez e efetividade, além de ajudar o causador a não repetir o mesmo equívoco. A experiência, quando a visão é sistêmica, ainda serve de aprendizado para todos na empresa.

4. Visão dos entraves do sistema X foco no resultado

Uma visão sistêmica da empresa faz com que as lideranças saibam exatamente como ela funciona. Onde estão os entraves e onde estão as dificuldades. Assim, no momento de traçar um plano de ação, o foco não é somente no resultado final, e sim em fazer com que este plano seja executado com o máximo de facilidade sem ser limitado pelos entraves do próprio negócio.

5. Complexidade dinâmica X complexidade de detalhes

Tendo uma visão sistêmica da empresa, as lideranças conseguem perceber que o negócio, como um todo, representa um organismo. Em função disso, na hora de executar ações e atividades, eles não se prendem a detalhes que, em uma visão global, podem ser irrelevantes para o alcance das metas.

6. Reação analítica X reação imediata

nem sempre reagir rapidamente é uma boa estratégia. Quando pensamos de maneira sistêmica dentro da empresa entendemos que, muitas vezes, aquilo que parece ser uma decisão lógica, benéfica e imediata pode afetar negativamente outras áreas. Por isso, é necessário analisar todos os acontecimentos e oportunidades de uma maneira global, pensando nos efeitos que cada reação pode ter em cada área do negócio.

7. Ação nas causas X ação nos efeitos

Em uma visão sistêmica, o foco de atuação é sempre nas causas dos problemas e não nos problemas em si. Quando corrigimos aquilo que está causando determinados problemas, garantimos que, além de a questão ser solucionada, ela não se repita.

8. Eventos isolados X eventos em cadeia

Quando vemos a empresa de maneira sistêmica, entendemos que os eventos nunca acontecem de forma isolada. Sempre vão afetar e trazer resultados, benéficos ou não, para os outros setores. É aquela cadeia de eventos que já citamos: os resultados de cada setor afetam os outros e a empresa como um todo.

Enfim, como dissemos no início do texto, a visão sistêmica da empresa pode parecer complicada e complexa no começo. Entretanto, uma vez que ela se torne uma prática diária, a facilidade de aplicação vem junto com os inúmeros benefícios.