Gestão Logística: como otimizar essa área?

A gestão logística ganha importância num momento em que a busca pela eficiência nunca foi tão importante. Com uma competição cada vez mais acirrada no mercado, um consumidor exigente e um cenário em constante transformação, só conseguirá crescer quem souber aproveitar todos os recursos disponíveis.

Profissionais com diferentes competências buscam a otimização de processos no segmento. Afinal, ter uma logística mais eficiente significa produzir mais, em menor tempo a um custo mais baixo e, consequentemente, gerar lucro para sua empresa.

Mas afinal, o que é gestão logística?

Quando pensamos em uma operação logística, diversas áreas entram em jogo. Desde o processo de compras, passando pela produção, estoque, entrega… praticamente toda empresa se envolve de alguma forma nesse contexto.

A gestão logística é criada justamente para organizar e melhorar todo esse fluxo. O objetivo aqui é reduzir desperdícios, diminuir gastos e aprimorar o desempenho do negócio como um todo. Para isso, serão tomadas ações relacionadas a materiais, mão-de-obra, equipamento, tempo, dinheiro e outros recursos envolvidos nessa cadeia.

Como otimizar a gestão logística?

Há muito tempo o departamento logístico deixou de ser uma área operacional e se tornou uma das mais estratégicas da empresa. É por isso que existem diversas ações que podem ser tomadas na logística que vão gerar benefícios para toda operação:

Planejamento

Toda boa gestão começa por um planejamento. É aqui que devemos colocar no papel, em detalhes, quais são os objetivos que estão sendo perseguidos, como iremos mensurá-los e quais são as ações necessárias para garantir esses resultados.

É esse documento – elaborado pela liderança, mas com envolvimento de todos – que vai orientar todas as atividades.

É importante lembrar que essas diretrizes não são fixas, é preciso haver uma revisão periódica de planejamento, ainda mais se pensarmos no mercado volátil de hoje em dia, em que demanda, preços e produtos estão constantemente flutuando.

Mapeamento de processos

O mapeamento de processos consiste em verificar e documentar exatamente como as ações são realizadas para identificar possíveis gargalos e oportunidades de melhoria.

A ideia é identificar quais são as falhas dos processos atuais para eliminar desperdícios e etapas que não agreguem valor a todo o processo.

Existem diversas metodologias para isso, mas todas consistem em avaliar os processos de ponta a ponta, identificar entradas e saídas, criar um desenho de todo esse fluxo e, a partir daí, analisar a cadeia para a tomada de decisões.

Previsão de Demandas

Para trabalhar com um estoque just in time (ou seja, comprando apenas o necessário e otimizando recursos), é preciso fazer um bom trabalho de previsão de demandas.

Antecipar a demanda dos clientes é uma tarefa difícil, que exige amplo estudo e conhecimento do consumidor. Assim, é preciso mapear o perfil de consumo do público-alvo, analisar histórico de vendas, comportamento do mercado, sazonalidade e outros fatores que podem influenciar nesse processo.

Integração entre setores

Como já comentamos, a logística é um departamento que abarca diversas áreas da empresa. Setores como compras, produção, operação, marketing, vendas estão relacionados de alguma forma com a logística.

E todos esses profissionais precisam se comunicar, entender o que acontece nas outras áreas e, se possível, até compartilhar metas. Você só conseguirá essa integração se houver um bom fluxo de informações e comunicação entre as áreas.

Dessa forma, será possível tomar decisões mais assertivas, trabalhar em sinergia e trazer vantagens para diferentes setores do negócio.

Parcerias com fornecedores

Ter um bom relacionamento com fornecedores e outras empresas terceirizadas é essencial para não passar por imprevistos que fogem do seu controle. Afinal, uma falha com esses parceiros pode resultar em uma falha da sua empresa com seus consumidores.

Troque sempre informações com seus fornecedores e atualize constantemente suas demandas. Se possível, compartilhe seu sistema de gestão logística com esses parceiros, de forma que todo o processo fique bem mais automatizado.

Mensuração de Indicadores de Desempenho

Para acompanhar a evolução da sua gestão logística, entender quais pontos precisam ser otimizados e onde estão seus principais gargalos, é fundamental usar indicadores de desempenho logístico.

O OEE, por exemplo, é um dos índices mais importantes da área. A ideia é que esse seja um KPI para medir a eficiência geral dos equipamentos, avaliando como a empresa utiliza seus recursos e qual é a sua produtividade.

Busca por melhoria contínua

É importante lembrar que todas essas ações para a otimização da gestão logística precisam ser revistas constantemente. Você deve ter notado que todas essas estratégias giram em torno de alguma parte do ciclo PDCA: planejar, fazer, checar e agir começando um novo ciclo.

Essa busca pela melhoria contínua se encaixa na metodologia de Lean Manufacturing, que prega a redução máxima de desperdícios na indústria, em busca de maior eficiência e produtividade.

Como a tecnologia auxilia na gestão logística

Como você deve ter percebido, controlar, mensurar e otimizar toda a operação não é uma tarefa tão simples.

Para facilitar esse desafio, hoje existem diversas ferramentas tecnológicas que podem ajudar os gestores.

Softwares de Gestão

Existem sistemas programados para garantir a gestão da empresa de forma integrada. Em uma mesma aplicação, você consegue fazer a gestão de estoque, a gestão financeira, a interface com fornecedores e muitos mais.

O QuantoSobra é uma empresa que trabalha para garantir essa organização e deixar o trabalho de otimização logística muito mais fácil!

WMS

Os Sistemas de Gerenciamento de Armazém (sigla traduzida para o português) focam na parte de estoque da gestão logística. Através desses softwares, é possível fazer análises e controlar melhor toda a rotina de recebimento e expedição de materiais.

Sistemas de Geolocalização Indoor

Utilizando beacons ou smartphones, é possível acompanhar toda a rotina operacional de pessoas e equipamentos dentro do ambiente de trabalho.

Os sistemas de geolocalização indoor identificam em tempo real onde está cada um dos seus recursos na planta. Além disso, o gestor tem todo o histórico de movimentação de pessoas e equipamentos, o que permite visualizar onde estão os principais gargalos e otimizar processos.

A Novidá é uma das empresas que trabalha com esse tipo de tecnologia. Conheça nossa solução para a área logística e entenda como você pode aumentar a produtividade da sua equipe!

*Por Renan Fantinato, responsável pelo marketing da Novidá

Tags In
195 / 237

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend