Você vai ler neste artigo:

Quando temos uma empresa que atende clientes, conhecer as melhores formas de pagamento pode representar um aumento na segurança financeira do negócio. 

Quando estamos falando de varejo, então, ter esse conhecimento é ainda mais importante. Isso porque, além de ser necessário ter segurança nos pagamentos, ainda é preciso oferecer variadas formas de pagamento para os clientes.

Você como varejista sabe que, caso o cliente não possa pagar a sua compra da maneira que deseja, ele pode sair pela porta insatisfeito e nunca mais voltar. Entretanto, de nada vale ter todas as formas de pagamento disponíveis no mercado dentro da sua loja e não ter a segurança de que não há riscos para o seu dinheiro.

Ainda: de nada adianta variar as formas de pagamento e acabar pagando juros altíssimos, que encolhem o seu lucro.

Quais as melhores formas de pagamento

Qual a importância das formas de pagamento para lojas?

Escolher a melhor forma de pagamento para sua loja ou para qualquer que seja a empresa é uma forma de melhorar o seu relacionamento com o cliente. Dependendo da forma de pagamento escolhida, a jornada de compras pode ser encerrada de maneira simples ou mais demorada. Tudo isso impacta a maneira com que o cliente vê a sua loja.

Sabemos que o dia a dia das pessoas está cada vez mais corrido. Por isso, todos estão sempre com pressa. Quando alguém entra em sua loja para fazer compras, geralmente essa pessoa vai com o tempo contado, no intervalo do trabalho ou da faculdade. Ou mesmo, em um tempinho que conseguiu escapar da rotina diária do cuidado da casa ou das crianças.

Por isso, quanto mais ágil for o processo de compras e o pagamento, melhor vai ser a impressão que a sua empresa vai deixar neste cliente. Entretanto, existem outros aspectos que impactam na hora da escolha pela melhor forma de pagamento para sua empresa, como vamos ver:

Quais as melhores formas de pagamento?

Na hora de pensar em quais as melhores formas de pagamento, devemos pensar em facilidade para o cliente. Mas, o foco não deve ser apenas esse. Você também deve pensar no impacto que esta escolha vai trazer para a sua loja. Tanto no quesito tempo quanto no quesito dinheiro.

Como dissemos acima, algumas formas de pagamento podem gerar cobrança de juros e, estes juros, por certo impactam o financeiro da empresa. Há que se analisar se este impacto vale a pena. 

Inclusive, é por esse motivo que, mesmo com a modernidade atual, existem lojas que não oferecem o pagamento em cartão de crédito.

Por outro lado, como você vai ver a seguir, existem formas de pagamento que não cobram nenhuma taxa, nem da empresa nem do cliente.

forma de pagamento: cartão de crédito

As formas de pagamento mais usadas

É claro que, muitas das formas de pagamento que você vai ver abaixo você já conhece. Entretanto, sempre é bom enumerar de forma que seja possível notar que há muitas opções na hora de fazer esta escolha. Vamos lá?

1. Dinheiro

Sim! O velho e conhecido dinheiro. O pagamento em notas e moedas é, ainda, o mais usado em todas as empresas. Isso porque, é uma forma de pagamento que está ao alcance de todas as classes sociais. Você não precisa ter uma conta no banco para ter dinheiro em notas, por exemplo. O dinheiro segue sendo uma das formas de pagamento mais usadas, também, por ser vantajoso no sentido financeiro: não há juros na circulação comum de dinheiro.

2. PIX

O PIX é uma das formas de pagamento mais recentes que dispomos. Ele foi criado há pouco tempo pelo Banco Central para facilitar a transferência de valores de maneira rápida, tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas. Apesar de recentemente ter sido acrescentada uma pequena taxa nas transações de pessoas jurídicas, o pagamento por PIX ainda é bastante barato e sua utilidade se estende à rapidez com que acontecem as transações por este meio.

3. Cartão de Crédito

O cartão de crédito, há pouco tempo, era considerado uma forma de pagamento elitizada, uma vez que somente as classes mais altas tinham acesso à crédito. Porém, recentemente isso mudou e cada vez mais gente possui um cartão de crédito. Com isso, fica bem difícil encontrar uma empresa que não tenha a maquininha que aceita pagamentos desse tipo. Apesar de existirem juros nestas transações, o volume de compras pagas desta forma acaba compensando.

4. Cartão de Débito

A diferença aqui, é que, ao contrário do pagamento feito com o cartão de crédito, na hora de pagar com o cartão de débito o cliente deve ter o valor do pagamento disponível na sua conta bancária. O pagamento, neste caso, acontece à vista e o cartão acaba sendo somente uma ferramenta para facilitar o processo e para o cliente não andar com dinheiro na carteira. Como acontece com o cartão de crédito, algumas instituições financeiras cobram juros a cada transação feita.

5. Cheque

Cada vez menos usado, o pagamento por cheque é uma forma de pagamento mais antiga, anterior à era dos cartões. O pagamento é feito como uma promessa de pagamento. O cliente preenche seus dados em uma folha do talão de cheques e determina a data em que esse valor pode ser descontado de sua conta. Costuma ser uma forma de pagamento bastante insegura em função de possíveis golpes e, por isso mesmo, tem caído em desuso.

6. Boleto

Uma das facilidades que os bancos digitais trouxeram para o dia a dia das pessoas foi a possibilidade de emitir boletos. Tanto pessoas físicas quanto pessoas jurídicas podem ter acesso a essa facilidade. Também é por meio dos bancos digitais que os clientes podem pagar seus boletos diretamente do seu celular. Por isso, pode ser uma boa ideia oferecer a possibilidade de pagamento no boleto. Diferente do que era antigamente, agora as pessoas não precisam ir até uma lotérica para fazer o pagamento desses documentos.

7. Crediário

Muitos lojistas já abandonaram o crediário como forma de pagamento. Isso porque, com o surgimento dos cartões de crédito e outras formas de pagamento mais imediatas e confiáveis este método acabou ficando meio obsoleto. Entretanto, algumas empresas continuam oferecendo a possibilidade de seus clientes abrirem um crediário e irem pagando suas compras de maneira parcelada, mês a mês.

Como escolher a melhor forma de pagamento para sua empresa?

Como você viu ao longo deste artigo, opções são o que não falta na hora de escolher as melhores formas de pagamento para a sua empresa. A questão é que, como sempre é necessário muita análise e responsabilidade.

Na hora de fazer esta escolha, não deixe de pensar nas considerações que fizemos lá em cima:

  • A taxa de juros compensa?
  • Facilita a vida do seu cliente?
  • Facilita a rotina da sua empresa?
  • É seguro?

Não deixe de fazer estes questionamentos na hora de escolher algo tão importante para você e para os seus clientes. Escolhas acertadas nesse momento podem garantir a segurança da sua empresa e a satisfação dos seus clientes.