Redução de Custos: 8 ideias para cortar gastos sem diminuir a qualidade

Uma questão que sempre está na mente da maioria dos empresários é como reduzir os custos da sua empresa. Porém, fazer uma redução de custos é algo complexo pois muitas vezes pode afetar diretamente a qualidade dos produtos vendidos, a experiência do cliente, o pós-venda e até mesmo a satisfação dos seus empregados.

Por isso, na hora de fazer uma redução de custos é muito importante estar atento a todos estes detalhes.

Diminuir despesas é um assunto muito importante, mas não é necessário/obrigatório e por isso muitos empresários acabam esquecendo deste assunto. O corte de custos pode ocorrer de várias formas, mas é necessário estar atento aos detalhes, como já falamos.

Para muitos lojistas a qualidade do produto é inegociável e esta é uma filosofia que vale a pena ser seguida, considerando que a satisfação do cliente e a lealdade dos mesmos está intimamente ligada a qualidade dos seus produtos (e do atendimento prestado).

Na verdade, a qualidade dos produtos é uma das maiores preocupações dos gerentes. Mas os altos custos geralmente estão ligados a alta qualidade deles, logo, os lojistas precisam olhar para outras partes do negócio para tentar reduzir despesas que não afetam o seu produto.

Felizmente, existem maneiras de fazer uma redução de custos que não requerem o sacrifício da qualidade de seus produtos ou do seu atendimento. Neste artigo vamos lhe trazer 8 ideias para você aplicar em seu negócio e cortar gastos sem prejudicar sua qualidade.

Foque na retenção de clientes, não na aquisição

retenção de clientes - reduçaõ de custos

Para muitos empresários, a aquisição de clientes é uma (ou a maior) meta de marketing. Mas colocar alguns esforços na retenção de clientes poderá lhe fazer colher mais benefícios financeiros, e mais importante, aumentar as suas vendas de uma forma muito mais efetiva.

Segundo estudos, custa 5 vezes mais vender para um novo cliente do que re-engajar alguém que já é seu cliente. Mas este não é o único benefício de investir na retenção de clientes ao invés de dobrar esforços de vendas. Os clientes que voltam a comprar com você tendem a gastar mais e este valor tende a crescer ao longo do tempo.

Uma boa ideia para lojistas reterem seus clientes é investir em um programa de fidelidade, dando ao cliente certos benefícios de acordo com ‘metas’ alcançadas, como aniversário, segunda compra etc. Isto também vai fazer com que você melhore o relacionamento com seus clientes e crie mais reconhecimento para sua marca.

Faça uma auditoria nas suas despesas e corte as desnecessárias

Existem muitas despesas em uma loja. Enquanto algumas delas são essenciais, outras são potencialmente boas de se ter, mas não obrigatórias. Verifique estas despesas e veja o quanto elas lhe trazem de retorno. Veja alguns exemplos que podem ser trabalhados para conseguir uma boa redução de custos:

  • Investimentos em marketing: Você já parou para calcular o ROI (ou retorno sobre o investimento) de uma campanha de marketing? Você pagou R$ 1.000 para sair no jornal e quantos clientes fizeram compras com você por causa deste anúncio? Se você está investindo em Marketing Digital fica ainda mais fácil fazer este rastreio. Comprar mídia online, como Facebook Ads ou Google Adwords traz alguns benefícios, principalmente se você pretende verificar o retorno sobre o investimento.
  • Internet, telefone e TV a cabo: Você realmente utiliza todos os pacotes contratados? Será que você precisa de tanta internet? E seu plano de telefone não pode ser melhorado? Você realmente precisa de todos os canais que você tem liberado na TV a cabo da sua loja? Algumas vezes, deixar o Youtube aberto com programações que o seu público goste pode ser uma ótima opção e ainda por cima é de graça! 🙂
  • Taxas de cartão de crédito: Todo cliente que lhe paga com cartão de crédito faz com que você seja cobrado por isto. Estas taxas comem diretamente o seu lucro. Não aceitar cartão de crédito é uma péssima política e irá fazer você perder clientes, você pode dar um desconto especial para quem lhe pagar no dinheiro, por exemplo. Esta prática foi legalizada pelo governo em 2016 e é uma ótima tática para você utilizar no caixa de sua loja fazer uma redução de custos.
  • Eletricidade: A redução de custos por meio da diminuição da conta de eletricidade é uma boa iniciativa para o seu negócio e para o planeta. Literalmente uma relação ganha-ganha. Talvez você possa subir 1 grau no seu ar condicionado? Melhor ainda, trocar as lâmpadas por algumas mais eficientes e que consomem menos energia. Ao invés de deixar a cafeteira ligada, compre uma térmica e após passar o café coloque o mesmo na térmica. Desligue as luzes dos provadores que não estão em uso. Estas são apenas algumas formas de sua loja cortar despesas e principalmente diminuir desperdícios.
  • Outros custos administrativos: Dependendo de qual o seu negócio, existem alguns custos que podem ser eliminados. Por exemplo, com a tecnologia, muita coisa pode ser removida do papel. O custo de folhas e tinta as vezes pode ser bem alto e reduzi-lo pode ser bem fácil. Armazenagem de documentos que podem ser feitos online, com alternativas gratuitas como o Google Docs, por exemplo. Emissão de carnês/recibos podem ser feitos com o QuantoSobra em uma impressora térmica, que não utiliza tinta, apenas bobina.

Alugue o seu espaço

aluguel espaço redução de custos

O aluguel costuma render bons frutos para alguns negócios. Para contribuir com os custos fixos de sua loja, você poderia alugar o seu espaço para eventos, por exemplo, ou até mesmo para outros lojistas.

Talvez você tenha muito espaço inutilizado em sua loja e consiga fazer um espaço para que outros lojistas possam colocar amostras de seus produtos. Além de alugar por um preço fixo você pode tentar negociar uma fração dos valores convertidos em venda para você.

Caso você tenha um espaço comunitário, com cadeiras e mesas, por exemplo, alugue para reuniões e pequenos eventos. Dependendo de como sua loja está montada, alguns eventos podem ocorrer durante o expediente, inclusive.

Você também pode patrocinar eventos com outros lojistas, o que irá chamar a atenção do público e aumentar a entrada de potenciais clientes em sua loja, consequentemente, aumentando as suas vendas.

Estas ideias podem não só ajudar com a redução de custos para manter o espaço (pois ele estará se tornando em um ativo e não um passivo), mas também indiretamente fazer com que as pessoas estejam mais inclinadas a comprar em sua loja, devido ao aumento de movimentação de pessoas e maior exposição a sua marca. Neste caso, além de fazer dinheiro com o seu espaço o percentual que estes custos irão representar sobre o seu faturamento também irá diminuir, tendo em vista o aumento de receitas.

Abra uma loja online

As compras online estão crescendo no Brasil e ficar fora desta onda não parece ser uma boa. O aumento nas compras multi-canal (na loja, online, no celular) confirma esta tendência, tornando cada vez mais importante a presença online dos lojistas.

Além de aumentar as vendas, isto poderá diminuir sua dependência de ter uma loja física ou um espaço tão grande para vitrines etc.

Antes de fazer isto, tenha certeza de que os seus consumidores não dependam da experiência na sua loja como parte do processo de compra deles. Alguns estudos dizem que para compradores multicanal, pode ser importante ser capaz de ver e tocar o produto fisicamente antes de comprar online.

Reduza os custos com transporte

Especialmente para varejistas focados em eCommerce, o transporte é uma despesa necessária. Mas há maneiras para você fazer uma redução de custos aqui.

Você pode otimizar o tamanho de suas embalagens, pois o transporte tende a ter um custo vinculado ao peso e tamanho da carga. Remova, por exemplo, o excesso de plástico bolha.

Ainda, negocie com um fornecedor. Algumas transportadoras fazem preços especiais para empresas que tem um fixo mensal de transportes realizados com eles. Veja quanto você gasta em transporte todo o mês e negocie com seus fornecedores!

Ainda em relação às embalagens, ache um fornecedor que tenha uma caixa que pode ser dobrada de diversas formas distintas para se adequar ao tamanho necessário, isto faz com que você possa comprar 1 única variedade de embalagens, melhorando o armazenamento e os custos de compra.

Além disso, as caixas não são a única opção de envio. Se o seu produto não corre risco de sofrer danos no transporte, procure saber o custo de utilizar sacos de transporte. Geralmente os sacos são menores e menos pesados, além de mais baratos para comprar e mais fáceis de armazenar.

Aproveite os relacionamentos de negócios

redução de custos - relacionamentos

Você tem sido um cliente fiel a seus vendedores ou fornecedores por anos? Muitas vezes, os varejistas podem negociar um novo preço mais baixo para os mesmos produtos. Talvez conseguir um frete gratuito ou um preço especial por maiores quantidades.

Se você compra de distribuidoras ou outros terceiros, tente ir diretamente até o fabricante. Isto pode lhe garantir um preço mais baixo e melhores margens para negociação, além de acesso a outras linhas de produto.

Automação

Esta dica requer um investimento e trabalho antecipados, porém, estes podem ser valiosos na redução de custos. Essencialmente, se existe alguma tarefa repetitiva, existe uma oportunidade de automação.

A automação ajuda os varejistas a economizarem tempo e esforço, o que sempre resulta em diminuição de despesas. O QuantoSobra é uma boa opção como software de gestão para lojas e ele poderá lhe ajudar e diversas rotinas do seu dia-a-dia.

A automação também libera os funcionários existentes para contribuir para o negócio de forma mais impactante, ajudando a crescer em vez de simplesmente manter o negócio.

Terceirização

Terceirizar a logística de entregas, o seu centro de distribuição (em caso de varejos maiores) é uma boa. Para varejos menores, terceirizar a contabilidade, seu marketing e outras áreas do seu negócio pode trazer vantagens. Até mesmo o controle de qualidade pode ser terceirizado, mas tenha cuidado para não perder a qualidade desejada!

Redução de Custos: Como você irá fazer?

A oportunidade de terceirização depende muito do tamanho do seu negócio e do produto vendido, além do seu modelo de vendas e outras características. Logo, o que funciona para um lojista pode não funcionar para outro.

Geralmente esta é a regra. Não existe uma receita de bolo. A solução para reduzir custos é focar nas áreas onde o investimento não está trazendo retorno, assim você terá mais capital para investir onde realmente esteja lhe gerando valor.

Este artigo é uma tradução livre e adaptada do artigo  “Cutting Costs: 8 Ideas to Lower Retail Expenses Without Killing Product Quality”, da Shopify.

Tags In
100 / 233

4 Comments

  1. Elias 13 de março de 2017 at 09:53

    Parabéns pelas dicas valiosas. Obrigado por compartilhar informações úteis.

  2. Leidiane 16 de outubro de 2017 at 10:40

    Ótimas dicas! , já faz uma grande diferença! Obg.

  3. Kiskadi + QuantoSobra | Uma Parceria para o Varejo - Kiskadi 11 de dezembro de 2017 at 13:39

    […] A redução de custos pode ser feita de diversas formas e não é nada complicado. Uma boa maneira de reduzir custos é deixando de focar na aquisição de novos clientes e dando mais enfoque à retenção dos clientes que você já possui, afinal de contas, custa cinco vezes mais vender para um novo cliente do que re-engajar alguém que já compra seus produtos. […]

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend