Porque encerramos uma “divisão” da empresa que chegou a gerar 30% das nossas receitas mensais? Foco.

No QuantoSobra, fizemos websites por um tempo. Quando começamos, vendemos nosso sistema para diversas empresas da nossa cidade e com isso começaram a vir as perguntas “Vocês fazem sites?”, “Estou precisando de um site, você sabe quem faz?” etc.

Muitas oportunidades nós identificamos para fazer uma grana mais rápida, tendo em vista que o QuantoSobra necessita de escala e isto não se constrói da noite para o dia.

Criação de fanpages, manutenção de fanpages, criação de websites, manutenção de websites, aluguel de servidores/hospedagem, emails, enfim, inúmeros foram os serviços que pensamos em prestar para conseguir dinheiro mais rapidamente e investir no QuantoSobra.

Mais um serviço que começamos a prestar, confecção de websites:

Dentre as diversas opções para faturar um pouco mais de dinheiro em um espaço de tempo menor, optamos por confecção de websites, manutenção dos mesmos e aluguel de hospedagem.

Foi bom por um tempo. Fizemos alguns sites e conseguimos manter a mesma estrutura que já tínhamos, ou seja, não tivemos mais custos para isto (apenas contratamos um servidor extra). Na época eu era CEO e fazia os sites ao mesmo tempo. Ser CEO de uma startup que está começando não é tão trabalhoso assim, eu tinha algum tempo livre que pode ser utilizado. Ocorre que, a medida que a empresa foi crescendo, meu tempo livre foi diminuindo.

No período em que fizemos websites, o nosso fluxo de caixa agradeceu. Neste espaço de tempo conseguimos angariar novos clientes e fazer algumas vendas casadas.

Com websites, conseguíamos faturar de R$ 1.500 a R$ 2.500 e receber em um curto espaço de tempo. Valores que com o QuantoSobra podem demorar até 1 ano para serem conseguidos. Em alguns momentos, nossa empresa chegou a ter as receitas mensais provenientes de websites representando 30% do total das mesmas.

Os problemas começaram e resolvemos parar com websites:

Este dinheiro nos ajudou a sair do prejuízo por um tempo, mas logo isto começou a atrapalhar muito mais do que ajudar. O QuantoSobra cresceu e eu já não conseguia mais fazer sites sem prejudicar meu tempo disponível para o que realmente importava, parei de planejar, de pensar o nosso produto, para fazer sites. Desfocamos. Até mesmo a venda já começava a ser mais voltada aos websites.

É claro que foi muito útil todo dinheiro arrecadado com a venda de websites, mas chegou um momento em que não era mais viável manter as duas atividades dentro da empresa.

Nós tínhamos dois caminhos a seguir, ou investíamos mais nisto, contratávamos gente para cuidar desta parte e teríamos então duas equipes para gerenciar e duas atividades distintas dentro de uma mesma empresa (o que iria tirar meu tempo igual), ou extinguíamos a nossa “divisão” de websites.

Foi uma decisão difícil, porém, acertada. Decidimos não fazer mais websites. Hoje recusamos todos os pedidos de orçamento. Aqueles que achamos que tem mais fundamento, passamos para um parceiro.

Deixamos de ganhar dinheiro com isto? Sim. Mas estamos ganhando muito mais dinheiro por ter tomado esta decisão. Com o tempo que investíamos em websites podemos focar 100% no QuantoSobra, algo que fez toda a diferença. O pensamento de estratégias de crescimento e ganho rápido de escala, bem como a minha dedicação para outros setores da empresa cresceu e com isso o QuantoSobra também voltou aos trilhos da escalabilidade.

O lado bom da nossa decisão:

Desenvolvimento do produto, pós-venda, atendimento/suporte, vendas, tudo precisava de ajustes. E aos poucos começamos novamente a pensar 100% QuantoSobra e ajustar algumas coisas que haviam ficado para trás.

Claro que ainda temos muitos desafios, mas não ter mais que me preocupar em entregar o site do cliente até o dia X, pegar briefing, fazer ajustes etc, liberou a minha mente também para ter insights melhores dentro do nosso negócio principal.

Assim, a conclusão que chego é que o FOCO é necessário. Encerrar as atividades e exterminar com 30% das nossa receitas mensais não foi uma decisão fácil. Este dinheiro nos ajudou e podemos fazer alguns investimentos graças a ele, inclusive meus primeiros salários.

Mas são decisões estratégicas como estas que definem até onde você vai chegar. Não se apegue em ideias e crenças. Não se apegue no agora. Estes 30% não iriam durar para sempre. As mensalidades do QuantoSobra também não duram para sempre, temos desistências, mas são poucas, praticamente irrisórias.

Depois que paramos de nos envolver com websites (além de outras melhorias que fizemos em nossa rotina), a receita proveniente do QuantoSobra aumentou muito mais rapido do que antes.

O que aumentamos em receita com o QuantoSobra já foi suficiente para cobrir os 30% que deixamos de ganhar com websites e ainda estamos com mais receita mensal do que antes. Ou seja, crescemos o suficiente para cobrir o que deixamos de ganhar e ainda estamos ganhando mais.

Tomamos a decisão oficial em Agosto de 2014 e encerraremos Outubro de 2014 com receitas mensais recorrentes provenientes do QuantoSobra representando mais de 90% do total.

Além disso, crescemos em um ritmo mais acelerado. Graças a possibilidade de pensar 100% no nosso produto já recuperamos os 30% que deixamos de ganhar com websites e superamos nossas receitas anteriores em 26%, resultando em um crescimento de 56% de nossas receitas mensais, 100% provenientes de QuantoSobra.

Como aplicar isso em seu negócio:

Deixo a dica que funcionou para nós, pense bem antes de acrescentar uma nova linha de produtos em sua empresa, ou algum serviço novo. Quem sabe você não poderia estar ganhando muito mais focando no serviço/produto que realmente é seu carro chefe?

Talvez você tenha um serviço muito mais lucrativo e ao invés de conseguir mais clientes para ele, você esteja com seu tempo tomado por um serviço muito volumoso, mas que não te deixa um lucro maior e ainda por cima lhe dá mais trabalho.

Quantas empresas já vi se apaixonarem pelo volume de dinheiro gerado por algum produto ou serviço, mas no final do mês, o que sobra é uma merreca e não vale a pena, comparado com tudo que foi deixado de lado para que isto se tornasse realidade.

Esta situação não é incomum, pense a respeito, será que não existe algum furo no seu balde que impede ele de encher?

12 / 318

1 Comment

  1. Como tirar o melhor dos seus erros. Reavalie suas decisões e mude as situações! 18 de julho de 2017 at 17:25

    […] Se eu fosse contar todos os erros que cometemos em nossos 2 anos de vida como Startup, não caberia em um artigo só… Poderia, inclusive, fazer um blog dedicado aos nossos 2 primeiros anos de vida falando somente sobre acertos e erros e os aprendizados que tivemos com isso. […]

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend