Como me descobri um empreendedor

Aos leitores deste blog, acredito que se faça necessário contextualizar quem sou e porque escrevo aqui.

Sou Stéfano Willig (bem na esquerda da foto), CEO (vulgo Diretor Executivo) do QuantoSobra. Empreendedor, 26 anos, frenético, ansioso e aprendendo a cada dia como lidar comigo mesmo e com as situações do dia-a-dia.

Nem sempre eu quis ser um empreendedor. Fiz faculdade de Direito, me dediquei muito a ela, estudei tanto que ao me formar já tinha OAB e ganhei uma bolsa de estudos pelas altas notas. Mais uma vez, nem sempre eu quis estudar. No colégio as minhas notas não eram nada altas, pelo contrário, eram bem baixas. Naquela época o meu negócio era jogar Ultima Online e ajudar na administração de alguns servidores famosos… Mal saberia eu que estas experiências seriam tão válidas no futuro.

Enfim, o ano era 2012, advogado, recentemente formado, bolsa de estudos, altas notas, vários estágios não-remunerados… O currículo era bom! Seria um ótimo advogado, se não fosse a minha vontade de empreender… Ahhh, como eu queria ter o meu próprio negócio!

Iniciei a faculdade em 2006, com 18 anos. Já iniciei estudando muito e me dedicando (bem diferente do colégio). Esquecendo um pouco a parte do Direito, em 2008 eu iniciei a minha primeira empreitada, queria vender Cogumelos do Sol! Alto valor agregado em um produto que não tem nenhuma comprovação científica de dar saúde para os clientes. Mercado novo, pouca matéria prima disponível. Não deu certo. Em 2010, queria importar misturadores (torneiras com 1 único comando onde a água pode ser “configurada” entre o quente e frio). Outro empreendimento fracassado. Depois, em 2011 eu queria ter um Guia da Cidade que fosse um Shopping Center Virtual. Mais um que não foi para a frente. Além destes 3 “pseudo-negócios”, tive outras duas tentativas frustradas que nem valem o tempo da escrita.

5 negócios furados depois (em 2012) e, finalmente, graduado, com OAB e bolsa de estudos, resolvi largar tudo para o alto e ir trabalhar de graça em uma fábrica de telas :). A melhor decisão da minha vida!

Surgiram vagas na região metropolitana para advogado, vagas para trainee em uma empresa grande de Santa Catarina. Coisas as quais me candidatei antes de decidir dar o passo que realmente me faria ter certeza do que queria fazer da minha vida. Neguei todas estas oportunidades para seguir trabalhando de graça na Telas Rio Grande.

Em 2012, cheguei para o Guilherme Ache (que hoje é meu sócio no QuantoSobra) e disse que queria trabalhar com ele na Telas Rio Grande (Insul Arames e Telas, na época), de graça! Precisava aprender sobre negócios, precisava trabalhar na gerência de um negócio para finalmente entender como a coisa funcionava e tirar isso da minha cabeça, afinal de contas, ou eu teria negócio e seria um empreendedor, ou eu seria um advogado. Eu sabia que fazer as duas coisas, bem feitas, e chegar onde quero chegar, seria impossível.

O Guilherme aceitou. Comecei a trabalhar com ele e alguns meses depois eu já estava decidido, eu queria mesmo empreender. Pedi licenciamento da OAB e definitivamente joguei tudo para o alto, acreditando que este era o caminho. Dito e feito. Nesta empresa, acabou surgindo a necessidade de um sistema que realmente entregasse ao empresário o que ele precisava, de maneira fácil, não só para o empresário, mas para quem o manuseia. Fizemos algumas primeiras versões no Excel e vimos que isto tinha potencial. Viramos sócios, juntamente com o Ricardo Severo, primo do Guilherme e que, é uma fera na área da tecnologia e entrou para assim fundarmos o QuantoSobra e ele assumir esta parte do negócio.

Hoje (2014 – 2 anos depois) temos o QuantoSobra.com.br (fundado no final de 2012), um sistema de gestão voltado para micro e pequenas empresas. Focado no que realmente interessa e em ser o sistema mais fácil do mercado (e ao mesmo tempo completo), o QuantoSobra hoje é composto por 5 pessoas, eu, o Guilherme, o Ricardo (os 3 da foto), o José (desenvolvedor – fera) e a Tamires, nossa nova estagiária.

Estamos em uma fase de transição. A nossa Startup está dando certo e estamos crescendo. Este crescimento nos obriga a aprender como lidar com diversas situações novas. É neste momento em que decidimos fazer este blog, para compartilhar a nossa experiência, pois assim como nós, acreditamos que existam vários empreendedores passando por desafios e dificuldades e que podem tirar algum proveito daquilo que já passamos e das soluções que achamos para as situações.

Espero, realmente, ajudar um pouco aos que, assim como eu, largaram tudo para fazer um sonho virar realidade. Que não ficaram sentados, acomodados e cheio de sonhos e ideais que morreram com o tempo. Se você está fazendo acontecer, está correndo atrás, ou está pensando em fazê-lo, esta parte do nosso blog é destinada a você.

Um abraço e nos vemos nas próximas postagens!

  • Nossa primeira sede, nos fundos da empresa da minha mãe (segunda foto foi num final de semana em que ficamos fazendo nossa segunda página inicial – que não é a que está no ar hoje):

8fb62496b1ea11e39ffb0ad53a0c46c6_8 4765578cb28211e3bad51265e271254f_8

  • Nossa segunda sede, escritório compartilhado com a Telas Rio Grande (este foi um final de semana em que ficamos trabalhando):

10413895_239494026247657_706819745_n

6 / 318

1 Comment

  1. 4 dicas para ler antes de iniciar um negócio | Empreendedorismo na prática 18 de julho de 2017 at 17:50

    […] somente fora de hora. Assim tinhamos capital para investir e podíamos dar segurança ao nosso outro sócio que se dedicava totalmente ao projeto sem ganhar dinheiro algum. Não esperamos o produto estar acabado para colocar no mercado, já no segundo mês de empresa […]

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend