O estoque é uma parte essencial de qualquer negócio, especialmente das empresas de varejo, por isso, realizar uma boa gestão de estoque é essencial para qualquer empresa. Ele pode ser considerado como o “coração” do empreendimento e, quando está bem organizado, todos os processos fluem de forma mais fácil, aumentando os lucros. Entretanto, quando mal organizado, muitos problemas surgem e boas oportunidades acabam sendo desperdiçadas.

Sabemos que não é uma tarefa simples fazer a gestão de estoque corretamente, no entanto, se os principais erros de gestão forem evitados, a sua organização poderá ser facilitada.

No post de hoje vamos falar sobre alguns erros comuns que gestores cometem na administração de estoque no setor varejista. Confira nossas orientações e fique de olho:

Fazer anotações em papel

Sabemos que a tecnologia invadiu o mundo do varejo. Por isso, se você ainda não aproveita dela para fazer o controle e a gestão de estoque, provavelmente estará perdendo espaço para os seus concorrentes.

Existem diversos programas de computador que podem ajudar o comerciante, como os softwares específicos para o controle de estoque. Eles permitem que você tenha muito mais precisão para gerenciar os seus produtos e até fazer um planejamento mais adequado do setor, evitando que corra o risco de ficar desguarnecido na hora em que mais precisar.

Lembre-se: anotações em papel não são confiáveis, podem se perder, confundir os funcionários e ficarem ilegíveis.

>> Leia também: Guia do lojista: 6 dicas para fazer um controle de estoque

Deixar informações incompletas

Esse é um erro muito comum na gestão de estoque. Talvez pela pressa em registrar o trabalho, com a correria do dia a dia, muitos funcionários acabam não deixando as informações completas. E aí a confusão fica instalada.

Ter este tipo de processo pode prejudicar não só o controle como também a emissão de notas fiscais e a integração de informações com os outros setores. Portanto, treine bem os funcionários e facilite o trabalho deles com softwares para essa tarefa.

Não pensar em longo prazo

Planejar em longo prazo é essencial para se fazer uma gestão de estoque adequada. A ausência de planejamento pode resultar em dois problemas graves: o excesso ou falta de produtos.

A falta pode empurrar seu cliente para a concorrência e o excesso pode significar encalhe de itens e prejuízos desnecessários. O planejamento em longo prazo deve ser realizado a partir do entendimento da sazonalidade das vendas e de uma gestão precisa do seu negócio: foque nisso.

Se você trabalha com lojas onde datas comemorativas influenciam nas suas vendas, estude bem quais produtos podem ter um alavancamento nas vendas e se organize para não sofrer com a falta do mesmo. Ainda, cuide para comprar bem. Se você vende roupas, lembre-se muitas vezes o seu gosto não é o mesmo do seu cliente.

Adquirir produtos com baixa saída

Comprar itens que possuem pouco capital de giro prejudica e muito a gestão do estoque, pois eles acabam ocupando espaço, que poderia ser utilizado por produtos que realmente importam para a sua clientela.

Como se não bastasse, você também gasta um dinheiro que poderia ser usado em outras frentes, melhorando seu negócio e sua atuação. Portanto, é muito importante conhecer as demandas do seu público-alvo e do mercado para atendê-lo sob medida.

Não integrar o estoque com o resto da empresa

É primordial que o estoque seja coordenado com os outros setores, especialmente o de vendas e o financeiro. Somente assim ele será otimizado, fazendo com que os gestores tenham informações precisas para tomar decisões estratégicas e contornar futuras crises.

Caso o setor não seja integrado, podem surgir erros de informação, retrabalho e até prejuízos. Portanto, integre ao máximo suas equipes e veja como isso ajuda na identificação de falhas nos processos, minimizando erros e otimizando as vendas.

Saber fazer uma boa gestão de estoque é uma tarefa que exige atenção, flexibilidade e visão estratégica. Evitando os principais erros do setor, você já dá passos largos rumo ao sucesso do seu negócio. E você, como está lidando com o seu estoque? Deixe seu comentário para nós!