4 dicas para ler antes de iniciar um negócio

Muitas pessoas, quando olham alguém com negócio funcionando, operante e dando frutos, pensam que o dono teve sorte, tinha capital, recebeu da família, tinha um ponto bom, copiou de alguém etc.
O que acontece na maioria das vezes por trás dessas histórias é bem diferente disso. Só quem acompanha a tragetória desses empresários ou eles mesmos para saber o quanto já erraram, desperdiçaram, repensaram e quase desistiram…
Qualquer negócio para dar certo, depende de uma série de fatores espalhados, experiências vividas e merecimentos somados.
Pensando nisso e em todos meus fracassos empresariais vividos no passado, trago abaixo 4 dicas pessoais para quem pensa em abrir seu próprio negócio e certamente vai trilhar alguns caminhos tortuosos…

1 – Empreenda em algo que você tem alguma experiência:

Se empreender já é dificil, imagine fazer isso em cima de algo que você nunca viveu, nunca experenciou. Se tens o sonho de ser dono do próprio negócio, procure fazer isso baseado em alguma atividade que você conhece ou que pode pedir auxílio para alguém.
Veja algumas perguntas que seriam boas para você fazer antes de abrir seu negócio:

  • Já trabalhou em uma empresa alguns anos e tem experiência sobre o ramo?
  • Conhece algum parente de outra cidade com negócio funcionado?
  • Tem um sócio que já tem negócios operantes e precisa de alguém para um novo empreendimento?
  • És um excelente técnico (marceneiro, encanador, torneiro, empreiteiro) mas está cansado de trabalhar para os outros?
  • Tem uma grana guardada e pretende começar um negócio fora de hora, aos poucos?

Esses são alguns exemplos de possíveis candidatos a empreendedores bem sucedidos, porém esse é apenas o primeiro passo…
Evite abrir um negócio sobre algo totalmente desconhecido para você! Conheça algo sobre o assunto ou pergunte à quem conhece!

2 – Comece pequeno e comprometa pouco:

Iniciar um negócio não é nada fácil. Se essa é sua primeira empresa, saiba que as chances de dar certo são de 20% no primeiro ano. Então comprometa-se muito e comprometa pouco!
Vejo muitas pessoas juntando todas suas economias e apostando tudo em um negócio, sem plano B, sem alternativas caso dê errado.
Existem várias maneiras de você começar um negócio sem arriscar tanto assim: Se você quer abrir uma loja de roupas, por exemplo, comece comprando mercadorias e vendendo porta a porta, se você quer prestar algum tipo de serviço, tente fazer isso fora de hora ou nos finais de semana para ver se existe demanda ou mercado.
Não tenha medo de testar sua idéia, se você não fizer isso e apenas acreditar e ter fé que VAI dar certo, suas chances de entrar naquele percentual de mortalidade são altíssimas!
Nós do QuantoSobra, começamos a estruturar nossa empresa com 2 sócios trabalhando em outras empresas e se dedicando ao projeto somente fora de hora. Assim tinhamos capital para investir e podíamos dar segurança ao nosso outro sócio que se dedicava totalmente ao projeto sem ganhar dinheiro algum. Não esperamos o produto estar acabado para colocar no mercado, já no segundo mês de empresa estávamos na rua atrás de potenciais clientes para testar a ferramenta e ver se o que tínhamos sonhado tinha fundamento.

3 – Faça mais ou faça diferente:

Muitos empreendedores cometem erros quando iniciam sua primeiro empresa.
Abrir um negócio só porque você tem capital e não sabe o que fazer com ele. Abrir um negócio, encher de produtos para revender e esperar que a clientela simplismente apareça do nada. Iniciar um empreendoimento porque seu filho, mulher ou parente não encontrou emprego e você quer ajudar. Excelentes ideias caso você queira ajudar no aumento do índice de mortalidade de pequenas empresas.
Hoje, não há mais lugar para amadores ou aventureiros no mercado, ou você transpira seu negócio 24 horas nesse primeiro ano ou irá se arrepender amargamente. Se você não achar uma maneira de fazer melhor ou diferente dos demais, você vai cair na vala comum e as chances de seu negócio prosperar vão ficar totalmente dependentes de seu capital (coisa rara para quem está começando)
Estude seu mercado, veja quem e como estão ganhando dinheiro com isso, pegue idéia de outras cidades, estados e países se for preciso.
Invista tempo e dedicação sobrehumanas nesse primeiro ano de seu negócio, sem dúvida você vai enxergar coisas que os demais não irão e vai achar caminhos para prosperar seu negócio.

4 – Tenha um sócio que lhe complemente:

Duas cabeças pensantes fazem muito mais do que uma.
Ter alguém para colocar as idéias em choque gera resultados que, as vezes, essas duas mentes nem tinham pensado.
Não ter alguém para conversar, para trocar idéias, que esteja igualmente comprometido com o projeto pode ser muito perigoso. Nós, pequenos empresários, temos a mania de nos apaixonarmos por nossas idéias e achar que estamos sempre certos ou que o melhor sempre vai acontecer. Incontáveis oportunidades de tomada de decisão me lembro claramente das reuniões com meus sócios e quanta coisa surpreendente surgiu alí num sofá caindo os pedaços.
O mundo é de quem trabalha com foco e sabe admitir suas fraquezas! Procure alguém que lhe complemente, e possa fazer aquilo que você teria dificuldade!

 

13 / 240

Deixe uma resposta

Gostou? Compartilhe com a sua rede!

Ajude seus amigos a também aprenderem mais de forma gratuita e vamos fazer do Brasil um lugar com melhores empresas!

Send this to a friend